Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Socorrista do SAMU falou do atentado que sofreu

Policial

Socorrista do SAMU falou do atentado que sofreu

O servidor público, lotado na Secretaria de Saúde de Sousa, Gervásio Bernardo falou pela primeira vez após atentado sofrido na cidade. Ele é motorista do Samu, foi agredido a pauladas e sofreu um tiro na pena em setembro do ano passado.

Gervásio revelou esta semana que vive uma “prisão domiciliar”, devido ao trauma sofrido com a tentativa de homicídio.

O funcionário da prefeitura de Sousa contou que o município lhe negou a continuidade do seu tratamento de saúde, tendo que recorrer a outro estado o acesso a assistência médica.

Gervásio conta drama após atentado em Sousa

Ele disse a sua vida social acabou após o atentado, e confidenciou que está sendo perseguido por onde anda. “Fui perseguido a ponto de entrar na contramão, e ainda assim, os elementos me perseguiram até o 14ª batalhão”.

Gervásio explicou que solicitou junto a Justiça proteção, mas lamentou não ver ação concreta do judiciário.

Denúncia

Gervásio Bernardo é conhecido por usar suas redes sociais para fazer denúncias contra a gestão municipal. Recentemente, o funcionário denunciou perseguição aos servidores do SAMU.  A denúncia culminou na “Operação Mordaça”, que terminou com a prisão de sete pessoas

Diário do Sertão

 

 

 

 

Continue lendo...
Espere! Abaixo temos mais Notícias para você...
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Policial

TOPO
%d blogueiros gostam disto: