A secretária de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH), Pollyanna Dutra, enfatizou, na terça-feira, (20), os desafios no combate à pobreza e à desigualdade social na Paraíba. A declaração aconteceu durante uma entrevista à rádio Band News, em João Pessoa.

Para Pollyanna, a pobreza é desafiadora por se tratar de um tema multifatorial. “Você é pobre por vários motivos, não apenas por um. A pobreza se enraíza em uma família que não tem renda e não consegue quebrar o ciclo. Aqui no Brasil, a pobreza é medida pela renda per capita, mas proporcionar mais renda não basta para diminuir as desigualdades”, afirmou.

Recentemente, Pollyanna esteve na sede do Mercado Comum do Sul (Mercosul), no Uruguai, para estabelecer uma relação internacional no combate à fome, além de adquirir conhecimento para a implementação de políticas públicas na área da assistência social.

“O Mercosul tem trabalhado com políticas públicas através dos países vizinhos ao Brasil. Existe um modelo de combate à pobreza no Chile, que é bem estratégico e que tem dado certo, com base em evidências cientificas, e que tem sido copiado por vários estados brasileiros. Nós vamos conhecer de perto esse modelo no Chile que é denominado de ‘Puente-Solidário’. O projeto é uma ponte por meio da qual se localiza a família em situação de vulnerabilidade e lança uma determinada estratégia para aquela situação específica”, revelou.

Além disso, a secretária assegurou que pretende implantar uma estratégia que diminua a desigualdade social no Estado. “Recebemos o raiting A+. O governador organizou o Estado, agora é enfrentar e superar as desigualdades. E o meu maior desafio é amenizar os efeitos. E, acima de tudo, propor crescimento para as pessoas”, concluiu.

Informações com assessoria

Categorized in:

Política,

Last Update: 21 de fevereiro de 2024