A nova edição do Guinness World Records, o Livro dos Recordes, traz um toque brasileiro bastante especial em suas páginas. Acontece que a marca de 10s29 do atleta paralímpico Petrúcio Ferreira na prova de 100m rasos, conquistada em 2022, está estampada na nova versão do anuário.

O recorde de Petrúcio foi registrado em 31 de março de 2022, no desafio da Confederação Brasileira de Atletismo e Comitê Paralímpico Brasileiro, que aconteceu em São Paulo. A marca foi estabelecida na categoria T47, que é aquela para atletas com deficiência nos membros superiores. Na ocasião, o velocista superou a própria marca, que era de 10s42.

Petrúcio é bicampeão paralímpico, tendo subido ao lugar mais alto do pódio nos jogos do Rio, em 2016, e de Tóquio, que foram realizados em 2021 por conta da pandemia de Covid-19. Em busca do tricampeonato, em Paris, o velocista já se prepara para fazer história no Velho Continente.

— Agora sou um Petrúcio mais experiente, com mais cabeça. A temporada 2024 já começou há um bom tempo. Desde novembro do ano passado que a gente começou os treinos. Esta temporada vai ter muitas competições e desafios pela frente — disse Petrúcio Ferreira.

O recorde de Petrúcio Ferreira tem um detalhe muito curioso. Acontece que a marca de 10s29 é apenas 0s71 abaixo do recorde mundial de Usain Bolt, que terminou os 100m rasos em 9s51, no Mundial de Atletismo de Berlim, em 2009.

Vale ressaltar que Petrúcio Ferreira é o atleta paralímpico mais veloz do planeta. Nesta temporada, o paraibano vai em busca de fazer ainda mais história no esporte.

Informações com Globo Esporte PB

Categorized in:

Esporte,

Last Update: 15 de fevereiro de 2024