A população de São Bento vem sofrendo nos últimos dias com a falta de água nas torneiras. A distribuição por parte da Cagepa não vem dando conta de abastecer todo o território da zona urbana.

A situação está tão forte que até crimes de ameaça nas redes sociais, foram feitos contra o chefe da agencia local, Natanael de Sousa.

O próprio esteve na imprensa essa semana para prestar esclarecimento. Apresentou justificativas para a situação de dificuldade e lembrou sobre um outro problema que ocorre de costume na Capital da Rede.

“São Bento cresce bastante, fazemos mais de 300 ligações novas por ano, e nesse período o consumo aumenta bastante por causa da temperatura elevada, esse problema se repete há mais de dez anos”; detalhou.

Ele ainda ressaltou um crime que acontece; “Cinquenta por cento da água de São Bento é desviada (furtada), isso são dados oficiais da Cagepa. E outra, muita gente usa as bombas de puxar água no próprio cano, e os locais distantes não chega, tira a pressão da rede”; destacou.

O chefe local ainda afirmou que a Cagepa vem fazendo investimento em novos equipamentos na cidade, como alguns que fazem a prevenção sobre a queima dos maquinários.

O assunto foi destaque na Rádio Solidária FM no programa A Hora do Almoço.

Categorized in:

Policial,

Last Update: 21 de outubro de 2023