Uma cultura que já foi destaque na região e que está ressurgindo como nova alternativa para os pequenos produtores do Sertão da Paraíba. Assim, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV localizado em Catolé do Rocha, realizou na última sexta-feira (15), um dia de campo, promovendo a cultura do algodão colorido orgânico BRS Rubi, irrigado. A ação aconteceu na Escola Agrotécnica do Cajueiro.

A atividade, conforme explicou o diretor do Câmpus, professor Edivan da Silva Nunes Júnior, reuniu professores, estudantes dos cursos de Agronomia, técnicos em Agropecuária e extensionistas da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (EMPAER), além de produtores da microrregião de Catolé do Rocha. O professor Edivan considerou a ação extremamente rica para incentivar e difundir as pesquisas em torno do algodão colorido.

Na oportunidade, foram apresentadas as tecnologias de produção orgânica do algodoeiro colorido BRS Rubi irrigado e a maneira mais viável de comercialização do produto. Os produtores receberam informações sobre o cultivo sustentável com a oportunidade de desenvolver um trabalho com o algodão agroecológico abrindo mercados com fibras sustentáveis.

O dia de campo foi uma ação fruto de uma pesquisa coordenada pelo professor José Geraldo, que tem incentivado a produção do algodão colorido orgânico na região sertaneja. Ao todo, foram instaladas quatro estações, que serviram para apresentar informações técnicas e científicas a respeito das tecnologias empregadas na produção do algodão colorido, além de expor o resultado prático da pesquisa. Em cada um desses locais foram apresentados conhecimentos sobre os explicadores técnicos empregados no plantio, adubação e preparo do solo, o uso do biofertilizante, além da exposição dos produtos confeccionados a partir do algodão colorido.

De acordo com a coordenação do evento, o dia de campo foi importante não apenas para os produtores rurais da região, mais também de grande relevância para os estudantes, visto que o curso vem despertando uma visão diferente do plantio de uma cultura que já foi destaque na região e que agora, pode se tornar uma nova alternativa de renda para os pequenos agricultores.

Informações com Assessoria UEPB

Categorized in:

Educação,

Last Update: 21 de setembro de 2023

Tagged in:

,