Cinco cidades da Paraíba estão na lista dos 20 municípios que possuem os maiores percentuais de domicílios vagos em todo o Brasil (veja a relação abaixo). Os dados são do Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), levantados em 2022, divulgados nesta quarta-feira (28).

Domicílio, conforme a definição do IBGE, é o local com estrutura separada e independente que serve de habitação para uma ou mais pessoas. Portanto, podem ser considerados domicílios imóveis a exemplo de casas, apartamentos e sítios.

Municípios paraibanos na lista com maior percentual de domicílios vagos:

Bom Sucesso tem 27,2% dos domicílios vagos e ocupa a 3ª posição na lista. A densidade demográfica do município é de 25,05 habitantes por quilômetro quadrado (km²);

Olho D’ Água tem 25,3% dos domicílios vagos e ocupa a 10ª posição na lista. A densidade demográfica do município é de 10,44 habitantes por km²;

Gado Bravo tem 25,1% dos domicílios vagos e ocupa a 12ª posição na lista. A densidade demográfica do município é de 42,51 habitantes por km²;

Santana de Mangueira tem 24,8% dos domicílios vagos e ocupa a 15ª posição na lista. A densidade demográfica do município é de 12,37 habitantes por km²;

Barra de Santana 24,6% dos domicílios vagos e ocupa a 19ª posição na lista A densidade demográfica do município é de 21,48 habitantes por km².

A Paraíba e o Piauí são os estados com mais cidades no ranking, tendo cinco municípios na lista cada.

CENSO DO IBGE: saiba como é feita a pesquisa

A estimativa do órgão é de que a média de moradores por domicílio no estado seja de 2,89 pessoas, taxa menor que a de 2010 (último censo), quando era de 3,47.

A população total residente da Paraíba é de 3.974.495 pessoas, correspondentes a 1,96% do total de todo o país, que é de 203.062.512 habitantes.

Ainda no estado, João Pessoa é 20ª cidade do Brasil com maior população. Foram 833.932 habitantes na capital paraibana em 2022. Foi o maior aumento registrado entre essas 20 cidades, de 15,3%, em comparação com a população de 723.515 pessoas de 2010.

Ranking dos 20 municípios com maior percentual de domicílios vagos no país:

1º São João do Jaguaribe (Ceará) – 29,1% dos domicílios vagos;

2º Canavieira (Piauí) – 28,1% dos domicílios vagos;

3º Bom Sucesso (Paraíba) – 27,2% dos domicílios vagos;

4º Jurema (Piauí) – 27,1% dos domicílios vagos;

5º Nova Belém – 27,0% dos domicílios vagos;

6º Barro Preto (Bahia) – 26,3% dos domicílios vagos;

7º Aurelino Leal (Bahia) – 26,2% dos domicílios vagos;

8º Arco-Íris (São Paulo) – 25,9% dos domicílios vagos;

9º Lajedinho (Bahia) – 25,7% dos domicílios vagos;

10º Olho D’ Água (Paraíba) – 25,3% dos domicílios vagos;

11º Lagoa do Sítio (Piauí) – 25,3% dos domicílios vagos;

12º Gado Bravo (Paraíba) – 25,1% dos domicílios vagos;

13º São José do Piauí (Piauí) – 25,0% dos domicílios vagos;

14º Santa Filomena (Pernambuco) – 24,9% dos domicílios vagos;

15º Santana de Mangueira (Paraíba) – 24,8% dos domicílios vagos;

16º Poranga (Ceará) – 24,8% dos domicílios vagos;

17º Bocaina (Piauí) -24,6% dos domicílios vagos;

18º Campos Verdes (Goiás) – 24,6% dos domicílios vagos;

19º Barra de Santana (Paraíba) – 24,6% dos domicílios vagos;

20º Abaíra (Bahia) – 24,5%dos domicílios vagos.

Informações com G1 Paraíba

Categorized in:

Economia,

Last Update: 28 de junho de 2023