O presidente do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), Nominando Diniz, revelou que vai haver auditoria em todas as cidades sobre possível excesso de gastos durante os festejos, especialmente àquelas em Decreto de Calamidade.

Aí a pergunta que se faz: se você decreta estado de calamidade, é porque está precisando direcionar dinheiro àquele problema. Como você vai gastar uma fortuna para fazer uma festa?”, questionou Nominando durante entrevista ao programa Frente a Frente, da TV Arapuan, na última segunda-feira (22/05).

Ele informou, ainda, que está atento às fiscalizações devido ao Decreto publicado no Diário Oficial do Estado da Paraíba (DOE-PB), da edição da terça-feira (23/05), que coloca 140 municípios do Estado em situação de emergência.

Dentre as justificativas da publicação está “a estiagem tem gerado prejuízos importantes e significativos às atividades produtivas do Estado da Paraíba, principalmente a agricultura e pecuária dos municípios afetados”.

O Decreto tem validade por 180 (cento e oitenta) dias.

Informações com Portal da Capital

Categorized in:

Política,

Last Update: 24 de maio de 2023