A CBF afastou o árbitro Mayron Frederico dos Reis Novais e a assistente Flávia Renally Costa Faustino da Silva, que, na Série D do Campeonato Brasileiro validaram um gol sem que a bola tivesse entrado (assista no vídeo abaixo). O lance em questão aconteceu no último domingo (14), quando o Sousa venceu o Pacajus por 2 a 1.

O desempenho deles foi abaixo dos padrões exigidos”

— Wilson Luiz Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF

Sousa e Pacajus se enfrentavam no Estádio no Marizão, interior da Paraíba, quando, aos 38 minutos do primeiro tempo, o atacante André Cassaco, do Pacajus, driblou o goleiro Igor Leonardo e chutou em direção ao gol. A bola correu lentamente em direção à meta, até ser afastada pelo meia Matheusinho, do Sousa, antes que cruzasse a linha.

Mas a assistente Flávia Renally, que faz parte do quadro de árbitros da Federação Paraibana de Futebol (FPF-PB), correu para o meio do campo, sinalizando ao árbitro Mayron Novais, da Federação Maranhense de Futebol (FMF), que a bola havia entrado. O árbitro inicialmente não confirmou o gol, mas acabou fazendo isso após a sinalização da assistente.

O lance repercutiu bastante nas redes sociais, gerando análises — de torcedores e de comentaristas esportivos — sobre a gravidade do erro da arbitragem. O atacante Zé Love, atualmente jogando pelo Iguatu, foi um dos que entrou no debate e opinou que o fato de não haver transmissão dos jogos da Série D mostra o descaso que existe com a competição.

Após o grave erro, a CBF comunicou que o árbitro e a assistente “foram incluídos no Programa de Assistência ao Desempenho da Arbitragem (PADA)” e que a “decisão foi tomada após análise da atuação dos referidos oficiais na partida entre Sousa-PB e Pacajus-CE, válida pela 2ª rodada da Série D 2023”.

Além disso, no documento, o presidente da Comissão de Arbitragemda CBF, Wilson Luiz Seneme, ainda diz que “o desempenho deles foi abaixo dos padrões exigidos”.

Apesar de o Pacajus ter aberto o placar com um gol irregular, o Sousa virou o jogo e venceu por 2 a 1, evitando um possível e grave prejuízo com o erro da arbitragem. Na súmula da partida, o árbitro Mayron Novais ainda informou que dirigentes do clube paraibano invadiram o campo após o gol do Pacajus, “com clara intenção” de agredir a assistente Flávio Renally.

Informações com Globo Esporte PB

Categorized in:

Esporte,

Last Update: 17 de maio de 2023