Estudantes e praticantes de esportes do Jardim Brasília e adjacências, na cidade de Sousa, estão cobrando da prefeitura a reforma de um ginásio poliesportivo que foi inaugurado há pouco mais de um ano. Eles chamaram a para mostrar a situação de abandono do ginásio.

Sem vigilância, a quadra de esportes foi depredada, vários equipamentos foram roubados e o local acabou se tornando ponto para consumo de drogas. Quem se arriscar a praticar qualquer atividade de lazer no local estará sujeito à violência, perigo de acidentes e risco à saúde.

As caixas de energia foram danificadas, fiação e lâmpadas foram roubadas, o alambrado está rasgado em vários pontos, as traves e travessões podem cair a qualquer momento e os vestiários estão repletos de fezes e até animais mortos. Nem a placa de inauguração escapou à ação dos vândalos.

“A gente precisa estar se humilhando para vir aqui; era uma obrigação do governo ter um guarda na quadra do Jardim Brasília, mas nunca teve. Se tiver, ele está ganhando sem receber, porque até agora ninguém viu esse homem aqui”, disse Anderson Felipe, morador do bairro.

Outro lado

O repórter Bruno Rafael entrou em contato com a secretária de Educação de Sousa, Gilmara Formiga, e ela disse que pouco tempo depois da inauguração, o ginásio foi depredado e roubado. Em seguida, o município repôs os equipamentos, mas, segundo ela, “a comunidade fez a mesma coisa”. A secretária diz que nesta semana visitará o local “para ver como está essa situação”.

Sobre a falta de um guarda de vigilância, Gilmara respondeu: “A gente tem o guarda da creche que fica logo em frente. Infelizmente, isso acontece diariamente, manhã, tarde e noite”.

Informações com DIÁRIO DO SERTÃO

Categorized in:

Esporte,

Last Update: 16 de maio de 2023