O presidente da Câmara Municipal de Sousa, vereador Novinho de Carlão (PDT), respondeu as declarações prestadas pelo prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), sobre a polêmica do pagamento de salários de vereadores que estão ocupando secretarias na gestão municipal.

O parlamentar rebateu a fala do prefeito e disse que a escola que o gestor quer que ele estude é a mesma que ele seja o professor. Novinho de Carlão prometeu mostrar ao prefeito o que o gestor fez com a Câmara de vereadores. De acordo com o vereador, o prefeito deixou as instalações da Câmara um “chiqueiro de porco”.

Novinho chamou o prefeito de irresponsável e afirmou que o gestor sousense sugou o dinheiro da Câmara Municipal durante os quatro anos. Ele lembrou que durante a gestão de Fábio Tyrone, o poder legislativo devolveu mais de um milhão de reais para bancar “farras” dentro da prefeitura.

O presidente pediu que o prefeito mostrasse primeiro o extrato da prefeitura e provasse que a edilidade municipal não tem condições de pagar os salários dos secretários, que ele assumiria o pagamento.

O vereador revelou que ainda não foi notificado da ordem judicial para o pagamento dos salários dos parlamentares, e que segundo ele, só irá fazer alguma coisa com ordem judicial.

O vereador ainda acusou o prefeito de Sousa de realizar obras desqualificadas e fora do padrão. Segundo Novinho de Carlão, os asfaltamentos realizados pela gestão em algumas avenidas da cidade, estão totalmente esburacados e criticou a não convocação de pessoas que passaram no concurso público realizado pela prefeitura.

“Eu não tenho como referência o modelo administrativo da gestão do prefeito Fábio Tyrone. Deixou os concursados a ver navios”, disparou.

Novinho de Carlão elevou o tom e taxou o prefeito de “patife” e “irresponsável” e pediu que o gestor sousense parasse de conversar besteira e fosse trabalhar. O vereador sugeriu que Fábio Tyrone fosse cuidar da família e procurasse uma igreja. Novinho afirmou que o prefeito tratava a Câmara como um puxadinho da prefeitura.

“Respeite seu patife. Eu vou te mostrar como tu deixou a Câmara Municipal, tu não é vereador não, mas quem mandava lá era tu. Lá era um puxadinho da prefeitura. Vossa excelência é um irresponsável, você quer que eu devolva um milhão de reais a você pra bancar sua farra seu patife”, finalizou.

Por fim, o presidente da Câmara disse que tem aliados do prefeito que trata o gestor como asqueroso, a não suporta ouvir a voz dele, mas como precisa das conveniências da prefeitura, está sempre ao lado do prefeito durante as coletivas de imprensa.

Informações com Debate Paraíba

Categorized in:

Política,

Last Update: 29 de abril de 2023