Moradores do bairro Loteamento São Paulo em Catolé do Rocha, procuraram a imprensa para relatar a difícil situação de animais de rua no local. São vários cães abandonados que além de morrer de fome, estão vulneráveis à doenças.

A informação inicialmente foi publicada pelo perfil de Instagram, “Mídia Catolé”, e a repercussão foi imediata. Várias pessoas comentaram, inclusive marcando o prefeito Laurinho.

SOBRE ISSO

Recentemente a proposta da gestão foi na causa animal da cidade, aplicar vacinas anticoncepcional nos animais de rua, o que não impede a continuidade de doenças e por tabela ajuda a matar os animais com novas patologias.

Só a título de exemplo, a cidade vizinha São Bento vai inaugurar no fim de abril um castramóvel aprovado pelo Conselho de Medicina Veterinária que fará vinte castrações por mês, de animais de rua e de pessoas carentes.

Em Catolé do Rocha a ONG, APAC (Associação de Proteção Animal) ia fechar suas portas no início de 2023, e graças a iniciativa unicamente da população através de doações, o local se manteve aberto.

Enquanto isso a população de animais abandonados, com risco a eles e a população só cresce.

MEIO AMBIENTE

A causa ambiental em Catolé é algo grave e sem vistas de solução num médio prazo. A cidade não tem um matadouro público que funcione, pois o antigo fica localizado na zona urbana e não houve planejamento para um novo. O tradicional Riacho Agon onde Catolé começou é completamente tomado pelo lixo e também sem preservação nenhuma.

Categorized in:

Saúde,

Last Update: 9 de abril de 2023