A confusão que antecede o jogo decisivo da semifinal do Campeonato Paraibano entre Sousa e Botafogo-PB tem sido intensificada nas redes sociais com troca farpas e acusações entre os clubes.

Tudo começou com uma nota de repúdio publica no Instagram pelo Conselho Executivo do Botafogo, acusando Aldeone Abrantes, presidente do Sousa, de leviano, em virtude de declarações prestadas pelo dirigente sobre uma possível interferência do Belo da capital na escolha dos árbitros e violência praticada contra jornalista. Os dirigentes botafoguenses também acusaram o presidente do Dinossauro de querer mudar o horário da partida prevista para domingo (26), ás 15h, no estádio O Marizão, para tirar proveito. A diretoria executiva do Belo também taxou a reforma da iluminação do Marizão, motivo de antecipação do horário da partida em virtude da reforma.

Em reposta, a diretoria executiva do Sousa Esporte Clube publicou uma nota taxando os membros da diretoria do Botafogo de covardes, leviana, inconsequentes e violentos. No documento, os membros do dinossauro do sertão afirmam que além de agredir jornalistas em partidas da equipe, estão pressionando a opinião pública e a Federação Paraibana de Futebol, na escolha do trio de arbitragem do confronto.

Na nota, o Sousa Esporte Clube afirma que não vai aceitar nenhum tipo de provocação da diretoria do Botafogo sobre a idoneidade dos atletas da equipe e dispara: “No grito, ninguém vai vencer o Sousa, estejam cientes”, diz a nota.

No meio desse tiroteio de troca de farpas e acusações está a Federação e as decisões tomadas por sua presidente, a Michele Ramalho.

A dirigente, não acatou o pedido do Sousa para que o jogo fosse realizado as 15h, em virtude de problemas na iluminação e possibilidade da partida precisar ser decidida nas penalidades. Neste caso prevaleceu os argumentos botafoguenses.

O Botafogo também fez outro pedido a Michele Ramalho. “Dentre o que se requer, os cartolas do Belo querem a transferência do jogo da cidade de Sousa para Patos, árbitro FIFA, VAR e exames antidoping”. Porém até o fechamento dessa matéria a FPF não tinha se pronunciado sobre o assunto.

Informações com Jucélio Bezerra

Categorized in:

Esporte,

Last Update: 23 de março de 2023