Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Aposentada entra na justiça para receber carro que ganhou em sorteio da Prefeitura de Sousa

Financeiro

Aposentada entra na justiça para receber carro que ganhou em sorteio da Prefeitura de Sousa

IPTU Premiado

A aposentada Antônia Lacerda da Silva, de 85 anos, residente no Bairro da Estação, na cidade de Sousa, Sertão paraibano, entrou com uma ação na justiça contra a Prefeitura local para tentar receber um prêmio – veículo modelo Mobi zero quilômetro – que ganhou durante sorteio realizado na última quarta-feira (14). A idosa pede também uma indenização por danos morais no valor de  R$ 100.000,00 (cem mil reais).

Consta na ação de Obrigação de Fazer e Dano Morais que a Prefeitura de Sousa promoveu a “Campanha IPTU Premiado 2022”, como forma de incentivar os contribuintes sousenses quanto ao pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Para tal, realizou sorteios de dois celulares Iphone, um refrigerador, um aparelho de TV e um veículo novo. O último inclusive, transmitido ao vivo em programa de rádio pela 104 FM.

Diz a peça processual que logo após o sorteio que divulgou nome completo e endereço de dona Antônia, a comissão organizadora tentou contato telefônico com a ganhadora, mas ela acabou sabendo da contemplação por moradores do bairro onde mora.

“Ao ser divulgado seu nome para todos os ouvintes, os conhecidos da autora foram de imediato avisá-la, onde a mesma ficou extremamente contente e por ser idosa pediu que sua filha fosse até a Prefeitura para buscar seu prêmio, revela trecho da ação judicial.

Antônia Lacerda diz também ter passado por constrangimento após ter sido informada por funcionários da Prefeitura de que o prêmio não seria entregue pelo fato dela ser viúva, e por ser isenta, não poderia participar do sorteio, porém a defesa da autora da ação questiona o fato do nome dela constar na relação dos concorrentes ao prêmio.

“A conduta negligente do Réu (prefeito), além de muitos aborrecimentos, transtornos e constrangimentos, causou graves prejuízos a autora, tendo em vista que se ela não poderia participar do sorteio, porque não retiraram seu nome antecipadamente? A parte ré deveria ter tido cautela com os dados que seriam levados a público, tendo em vista, que desde o início, descumpriram todas as suas leis, não houve exposição de mural com os nomes que seriam aptos a participar o sorteio, fizeram um sorteio ao vivo para todos os ouvintes da cidade com os nomes de TODOS, incluindo da autora, que segundo eles, não poderia participar”, destaca a advogada Alessandra Jesus.

Dona Antônia ainda buscou uma solução junto à Prefeitura para que o prêmio fosse-lhe entregue, alegando que foi lesada e que a negligência durante o sorteio causou-lhe exposição pública, mas o Município se negou a reconhecer seu erro e a entregar o prêmio.

O outro lado

Em nota publicada na última quinta-feira (15), a Prefeitura esclarece que a senhora Antônia Lacerda da Silva havia sido excluída do sorteio e que ela havia solicitado isenção do pagamento do IPTU, o que causa a impossibilidade de participar da “Campanha IPTU Premiado”.

“A Prefeitura esclarece que fica isento do IPTU, o imóvel pertencente à viúva ou viúvo que nele reside e que tenha renda familiar igual ou superior a dois salários mínimos, desde que requeridas anualmente ao Secretário de Finanças e concedidas, quando for o caso, a partir do exercício requerido nos termos do artigo 89, X e Parágrafo 1º do Código Tributário Municipal.”, explica Pedro Roberto Casimiro de Lima, Superintendente de Arrecadação e Fiscalização Tributária.

Informações com Levi Dantas

Continue lendo...
Espere! Abaixo temos mais Notícias para você...
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Financeiro

TOPO
%d blogueiros gostam disto: