Começou a retaliação do prefeito Fábio Tyrone (Cidadania) à eleição do vereador Novinho de Carlão (PDT) para a presidência da Câmara Municipal de Sousa. A edição especial da Gazeta de Sousa desta última quinta-feira (09) trouxe a exoneração da secretária de Ação Social, Johnana Estrela, filha do ex-prefeito João Estrela, que apoiou a candidatura de Novinho para presidente da Câmara, contrariando os planos de Tyrone, que queria um candidato do PTB.

“Fui exonerada, juntamente com outros secretários, através de recado comunicado pela imprensa, na tarde do último sábado. A presente portaria representa a segunda exoneração, que por mim foi atendida desde então. A demissão de secretários por recado é a forma mais baixa e humilhante inaugurada pelo gestor. Mas… cada um só dá o que tem. Obrigada, obrigada, obrigada”, escreveu Johnana Estrela nas suas redes sociais.

A mesma edição da Gazeta de Sousa tem outras exonerações de segundo escalão ligadas a vereadores que deixaram de ser aliados do prefeito Fábio Tyrone para apoiar a candidatura de Novinho de Carlão na Câmara.

Aryeuston Clicio Alves Estrela, filho do vereador Assis Estrela (PDT), foi exonerado do cargo de Coordenação de Logística e Abastecimento de Transporte; João Lopes de Oliveira, cunhado do ex-prefeito João Estrela, foi exonerado do cargo de Ouvidor Geral do Município; e Maria Elizantania Dantas de Magalhães, irmã da veradora Lana Dantas, foi exonerada do cargo de Escritório de Representação do Município em João Pessoa (Elizantania estava afastada do cargo porque está se submetendo a um tratamento contra um câncer).

As exonerações ‘oficializam’ o rompimento de uma aliança que já durava 16 anos, entre o prefeito Fábio Tyrone e o grupo liderado pelo ex-prefeito João Estrela. Ainda segundo Levi, outros secretários poderão ser exonerados nos próximos dias.

“Está se formando um novo grupo liderado por esses vereadores que são dissidentes da gestão municipal. Há também informação de que o médico Gilberto Sarmento está sendo alvo da perseguição do prefeito Fábio Tyrone, que já teria tentado com o Governo do Estado afastá-lo das funções da direção do Hospital Regional, o que até agora não aconteceu. Lindolfo Pires [ex-deputado estadual], que é o pai do cargo de Gilbertão, até agora não se pronunciou sobre o assunto e a gente fica aguardando os próximos acontecimentos. Será que Tyrone vai colocar para fora mais secretários, como foi ventilado na semana passada pelo seu secretério de Esportes?”, indagou a imprensa.

Informações com Diário do Sertão

Categorized in:

Política,

Last Update: 9 de dezembro de 2022