Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Continuam os problemas de falta d’água nos bairros de Sousa-PB

Infraestrutura

Continuam os problemas de falta d’água nos bairros de Sousa-PB

Situação difícil

Moradores do bairro Maria Raquel procuraram a imprensa para reivindicar do poder público municipal uma solução para o abastecimento de água na localidade. De acordo com os moradores, a água não tem chegado até as casas diariamente. Para piorar, carros pipa estariam retirando água de um poço que serve à comunidade.

A aposentada Guilhermina Rodrigues, de 70 anos, teve que ir lavar roupa no poço artesiano que fica ao lado. Outros moradores usaram mangueiras ligadas ao poço para abastecer suas residências.

Um grupo de moradores que conversou com a reportagem fez uma denúncia de que carros pipa estariam coletado água no poço para distribuir em repartições públicas.

“O que eu acho de mais desrespeitoso é a questão de virem tirar água daqui, e uma hora vai secar esse poço. São dois carros pipa de manhã e dois à tarde. Um motorista me falou que leva para o Hospital Regional e para outras repartições. E ainda tem aquelas pessoas que enxergam mais longe, que vem carro pipa buscar água aqui para vender também nas construções”, relatou a funcionária pública Socorro Ferreira.

A moradora quer que o Ministério Público, através da promotoria de meio ambiente, acione a prefeitura para acabar com a coleta de água feita por carros pipa no poço da comunidade.

“É preciso que o Ministério Público tome uma posição. A promotora do meio ambiente tem que tomar providência. Esse poço foi feito para abastecer a comunidade do quilombo, não foi para abastecer a cidade. Para abastecer a cidade nessas ocasiões, nós temos o açude de São Gonçalo sangrando praticamente, porque ele está lotado d’água. Então eu acho isso desumano, desrespeitoso”, diz Socorro Ferreira.

Na mesma reportagem, os moradores disseram que uma Unidade Básica de Saúde que será inaugurada no bairro não servirá aos moradores do Maria Raquel, mas sim ao Alto da Rodoviária.

OUTRO LADO

Sobre a água – A reportagem telefonou para o superintendente do DAESA (Departamento de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental de Sousa), que é responsável pela distribuição de água, mas ele não atendeu às ligações. No entanto, ele respondeu pelo WhatsApp que o DAESA não recebeu nenhuma reclamação em relação a falta de água na referida localidade.

Sobre a UBS – A secretária de Saúde de Sousa, Amanda Silveira, disse que, seguindo o mapeamento de atendimentos, o bairro Maria Raquel pertence ao posto do Raquel Gadelha. Apesar disso, usuários do SUS não podem ter atendimento negado em nenhum posto. Ela explicou que quando a referida UBS for inaugurada, os moradores do bairro Maria Raquel dependerão de um novo mapeamento para que eles possam receber atendimento lá.

Informações com Diário do Sertão

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Infraestrutura

TOPO
%d blogueiros gostam disto: