Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Ruy comemorou aprovação da PEC do piso salarial da enfermagem na Comissão Especial

Ruy comemorou aprovação da PEC do piso salarial da enfermagem na Comissão Especial

Valorização categoria

O deputado federal Ruy Carneiro (PSC) comemorou a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 11/22, que trata sobre o piso salarial da enfermagem, na Comissão Especial que avaliou os detalhes da matéria na Câmara Federal. A votação aconteceu nesta última quinta-feira (7) e o objetivo da PEC é evitar que os novos pisos sejam questionados na Justiça.

Ruy reforçou a importância desse reconhecimento para a categoria e lembrou da live que será realizada na próxima terça-feira (12), com a participação da deputada Carmen Zanotto (CIDADANIA-SC), para tratar sobre os detalhes do projeto.

“Comemorar essa grande vitória que foi a aprovação do relatório da PEC 11 na Comissão Especial. Agora vamos para a votação no plenário. Aproveitar esse momento para lembrar a todos vocês que na próxima terça-feira, às 19 horas, teremos a live comigo e a relatora da PEC, deputada Carmen Zanotto. Na oportunidade, nós vamos tirar as dúvidas que ainda existem e também falar sobre o financiamento desses recursos para garantir o pagamento nos hospitais estaduais, municipais, privados e filantrópicos.”, destacou.

A PEC 11/22 vai garantir que a lei federal que institui os pisos salariais nacionais para o enfermeiro, o técnico de enfermagem, o auxiliar de enfermagem e a parteira não seja questionada na justiça.

A matéria agora segue para Plenário da Câmara, onde precisa ser votada em dois turnos.

Farmacêuticos

Ruy também defendeu a criação do piso nacional dos farmacêuticos, durante a discussão do Projeto de Lei 1559/2021 na Comissão de Seguridade Social e Família, na última quarta-feira (6). Na ocasião, o parlamentar chamou a atenção do Congresso para que a remuneração das demais carreiras da saúde possam ser colocadas em pauta e tratadas de forma conjunta e uniforme.

“Nós avançamos na questão da enfermagem, dos farmacêuticos e agentes comunitários de saúde, mas é importante que a Câmara e o Senado passem a tratar as carreiras de saúde como um todo. Precisamos fazer justiça e reconhecer a importância de todas as categorias do segmento, seja em relação aos valores ou ao financiamento.”, finalizou.

Informações com Assessoria

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em

TOPO
%d blogueiros gostam disto: