Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Efraim Filho votou pela derrubada dos vetos contra leis que apoiam cultura

Entretenimento

Efraim Filho votou pela derrubada dos vetos contra leis que apoiam cultura

Aldir Blanc e Paulo Gustavo

Na noite da última terça-feira (5), em sessão conjunta da Câmara dos Deputados com o Senado Federal, foram derrubados os vetos presidenciais de incentivo à cultura referentes às leis Aldir Blanc 2 (PL 1518/21) e Paulo Gustavo (PLP 73/21). Os projetos preveem repasse de recursos do governo para a categoria, como forma de ajudar na retomada do setor que mais foi impactado no período da pandemia.

Defensor da cultura, o deputado federal Efraim Filho (União Brasil) também foi um dos parlamentares que apoiou o veto. ” Temos hoje uma vitória do setor cultural que tanto nos orgulha. A cultura envolve artes, shows, teatro, cinema e até o nosso São João e principalmente a vaquejada, tão importante na Paraíba. Essas leis de incentivo existem para garantir que esses artistas sejam valorizados e consigam a ajuda que tanto precisam para se reerguer”, comenta.

O parlamentar, que também é coordenador da bancada da Paraíba, tem compromisso com o setor cultural, que envolve direta e indiretamente o empreendedorismo, já que muitas pessoas que trabalham com artes são autônomas. “Estamos falando do sustento de milhões de brasileiros que trabalham com o que o nosso país tem de melhor a oferecer. Com a expressão artística, que garante oportunidades, renda e movimenta também a economia. Uma grande vitória!”, pontua.

Juntas, as leis Aldir Blanc 2 e Paulo Gustavo somam um repasse de aproximadamente R$6,8 bilhões para o setor, que inclui, além do ofício em si, investimento em estudos e pesquisas, concessão de bolsas no Brasil ou no exterior, aquisição de imóveis tombados, manutenção de grupos, companhias e orquestras e construção de museus, centros culturais e bibliotecas.

Lei Aldir Blanc 2

A Política Nacional Aldir Blanc de Fomento à Cultura é uma homenagem ao compositor Aldir Blanc Mendes, que morreu em maio de 2020 em decorrência da Covid-19. É resultado do PL 1.518/21.

Lei Paulo Gustavo

O nome da lei surgiu em homenagem ao ator e humorista Paulo Gustavo, que morreu em maio de 2021, também vítima da Covid-19.

Informações com Assessoria

Continue lendo...
Espere! Abaixo temos mais Notícias para você...
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Entretenimento

TOPO
%d blogueiros gostam disto: