Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Paraíba tem mais de 80 mil animais abandonados. Situação piora nos finais de ano

Policial

Paraíba tem mais de 80 mil animais abandonados. Situação piora nos finais de ano

O abandono de animais aumenta 70% em período de férias, segundo Ongs de cuidado e proteção de bichos. Para chamar atenção para o problema dentro do ‘Dezembro Verde’ – mês que traz o debate sobre o abandono de animais – o deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) realizará nas redes sociais uma campanha de conscientização, mostrando casos de tutores que deixaram seus pets em ruas, estradas e estabelecimentos e falando das penalidades para quem comete este tipo de crime.

Eduardo tem como uma das bandeiras de luta na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o cuidado e proteção com os animais, chegando a apresentar projetos que garantam o bem estar dos bichinhos. “Ter um animal de estimação é uma grande responsabilidade. Você não pode simplesmente descartar como se fosse um objeto qualquer. Então, antes de ter um animal é preciso pensar em toda a estrutura: se terá espaço, se terá condições financeiras e se terá como levar para viagens ou deixar o pet aos cuidados de alguém ao viajar”, disse, destacando que a lei está cada vez mais rígida para quem comete maus-tratos.

Em razão das férias, viagens e festas de final de ano, inúmeros tutores chegam a abandonar os seus animais até meados de fevereiro. Dados da OMS (Organização Mundial de Saúde) apontam que, no Brasil, existem 30 milhões de animais em situação de rua (em maioria são vítimas de abandono), sendo 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães. Ou seja: 10% dos cães sem lar no mundo vivem pelas ruas do Brasil.

A Paraíba tem 80.511 cachorros e gatos em situação de rua, de acordo com a estimativa da Organização Mundial de Saúde de que há um animal para cada cinco habitantes no país, e desse número, 10% se encontram em situação de abandono. No Brasil são 30 milhões de animais abandonados.

Na ALPB, um dos projetos apresentados por Eduardo Carneiro em defesa dos animais, o número 1.395/19, institui um Hospital Público Veterinário em cada mesorregião do estado da Paraíba para o atendimento veterinário gratuito e realização de procedimentos indispensáveis para a saúde de cães e gatos de famílias de baixa renda e para os assistidos por organizações sociais protetoras destes animais.

Já o projeto de Lei 1.329/19, garante convênio com Hospitais Veterinários de Universidades públicas e privadas no Estado da Paraíba, com a finalidade de garantir atendimento veterinário e demais procedimentos para cães e gatos de famílias de baixa renda e protetores de animais independentes totalmente gratuito.

Outro projeto, apresentado por Eduardo Carneiro na ALPB, o número 1.397/19, veda, na Paraíba, leis que visem impedir o fornecimento de alimentos ou cuidado com a alimentação de animais em situação de vulnerabilidade ou abandono.

Abandono é crime – O abandono de animais é crime e está previsto no artigo 32 da lei 9.605/98. Esta legislação sofreu modificações com a lei 14.064/20, mais conhecida como Lei Sansão (por causa do cachorro pitbull Sansão, que teve as duas patas traseiras decepadas) e que aumenta a pena de quem maltratar ou praticar abusos contra cães e gatos. A alteração aumentou a pena para maus tratos a esses animais, cuja a pena vai de 2 a 5 anos de reclusão, multa e perda da guarda do animal.

Dezembro Verde – Dezembro é o mês escolhido para falar do tema porque muitos animais são abandonados pelos tutores, que viajam durante o período. A campanha “Dezembro Verde” também chama a atenção para a importância da denúncia, em caso de abandono e maus tratos a animais, como sendo a melhor forma de combater tal prática. Quem presencia o ato é quem deve denunciar.

Paraíba Rádio Blog

 

 

 

 

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Policial

TOPO
%d blogueiros gostam disto: