Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Deputado Anísio Maia pode ser expulso do PT por apoiar candidatura adversária de seu partido em Belém do Brejo do Cruz

Política

Deputado Anísio Maia pode ser expulso do PT por apoiar candidatura adversária de seu partido em Belém do Brejo do Cruz

O deputado estadual Anísio Maia vai responder a processo na Executiva Nacional do PT e poderá ser expulso da sigla. O petista disputa as eleições para prefeito de João Pessoa, contrariando as determinações nacionais. A representação protocolada pela secretária nacional de organização do partido, Sônia Braga, alega “flagrantes violações à disciplina, à fidelidade e à ética partidária”.

Os dirigentes do Diretório Municipal, que deram suporte à “insurreição” do deputado contra a determinação nacional, demonstram perplexidade com o ocorrido. Eles alegam que a medida é autoritária e atropela o debate político. O Diretório Nacional fechou, em convenção, o apoio à candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), com os petistas indicando o vice. A Justiça, no entanto, manteve a candidatura de Anísio.

O Diretório Nacional, no entanto, vê Anísio apenas como um candidato “laranja”, colocado para beneficiar “a direita” em João Pessoa. A acusação foi mantida por Sônia Braga na representação protocolada na Comissão de Ética do partido. Ela amplia a acusação citando movimentos do petista em direção à direita em outros municípios. Um deles é Belém do Brejo do Cruz.

“O deputado Anísio Maia já faz campanha aberta, no interior da Paraíba, para os candidatos da base do Bolsonarismo, como é o caso, por exemplo, de Belém do Brejo do Cruz, onde o PT disputa a eleição indicando o candidato a vice na chapa do PSB. Entretanto, Anísio Maia preferiu naquela cidade declarar apoio ao prefeito, Evandro Maia, do PL, desrespeitando frontalmente o artigo 229 do Estatuto”, disse.

Na cidade, o PT indica o vice de Elaine Catarine (PSB), com a indicação de Elídio do PT. Já Anísio, segundo o partido, apoia Evandro Maia (Republicanos). Sobre a capital, as queixas recaem sobre a “usurpação” do tempo de TV. A alegação é que o deputado “sequestra o tempo reservado ao PT no horário eleitoral para dividir o campo progressista em João Pessoa, tornando-se instrumento da direita em João Pessoa”.

“Considerando a urgência da caso, SOLICITO que a representação seja encaminhada pela Comissão Executiva Nacional para que, conforme previsto no artigo 234 do Estatuto, seja notificado imediatamente o Deputado Estadual Anisio Maia, para que seja aplicada a pena de cancelamento do registro da candidatura na Justiça Eleitoral e a expulsão simultânea, de acordo com o que prevê o artigo 229 do Estatuto do PT”, diz a representação.

Paraíba Online

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: