Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Após ser expulso do PSD, vice-prefeito de Sousa não confirmou para onde irá

Política

Após ser expulso do PSD, vice-prefeito de Sousa não confirmou para onde irá

A Comissão de Ética do PSD, diretório Municipal em Sousa, formulou no fim de 2019 oficialmente junto ao Cartório Eleitoral da 35ª ZE, a expulsão do vice-prefeito atual, Zenildo Oliveira, e ainda dos Vereadores: Roberto Freire, e Odair José.

Na mesma “canetada”, também foram oficializadas as saídas do diretor de Turismo da Prefeitura de Sousa, Nildomar Dantas de Sousa (Demar da Gráfica), e do secretário de Comunicação, Antônio Eugênio Rodrigues Ramos, dos quais, todos fazem parte do Grupo Político do vice-prefeito Zenildo Oliveira, filiados ao PSD local.

Segundo o que consta na missiva assinada pelo secretário do Partido, Rafael Aquino Gurgel, o Conselho de Ética do PSD no município de Sousa, utilizou o artigo 77 do Estatuto partidário “o processo culminou pela sanção de expulsar” o vice-prefeito, os vereadores, e mais dois aliados, ao tempo que apresentava prazo de 72 horas para que os filiados apresentassem contestações.

Conforme fontes, o vice-prefeito Zenildo Oliveira encaminhou a direção municipal do Partido pedido de desfiliação partidária, o que lhe negaram, e entendido pela Comissão como “nada a declarar” no quesito defesa.

Os documentos com a homologação da expulsão do vice-prefeito, eleito em 2016 pelo partido na chapa com o prefeito Fábio Tyrone foram encaminhados a 35ª ZE para a confirmação da decisão do Diretório Municipal, atualmente, presidido pelo ex-candidato a vereador, e empresário Fábio Braga.

Zenildo Oliveira era presidente do diretório PSD no município, cuja ficha de filiação foi abanada pelo presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab em visita a Sousa, especialmente para a solenidade.

No final de 2017, o diretório municipal caducou, e não houve por parte de Zenildo em tese ação para ativar. O ex-candidato a vereador, Fábio Braga conseguiu a presidência do partido, e colocou como vice, a esposa do ex-prefeito de Sousa, André Gadelha, a senhora Flaviana Palmeira, e tratou logo dos assuntos internos da legenda, o que resultou a expulsão do vice-prefeito com mandato atual, Zenildo Oliveira, dois vereadores, e mais um diretor, e o secretário de comunicação da Prefeitura de Sousa.

Zenildo Oliveira ainda não se pronunciou oficialmente a respeito de onde irá.

Repórter PB

 

 

 

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: