Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Mais denúncia de assédio moral na Prefeitura de Pombal

Política

Mais denúncia de assédio moral na Prefeitura de Pombal

Menos de 15 dias após o ex-vereador Miguel Ferreira da Silva – eletricista efetivo do município – ter ingressado com uma ação de indenização por danos morais contra o governo municipal, uma nova acusação com pedido de reparação foi protocolada na 1ª Vara da comarca de Pombal.

Desta vez, o autor é o também eletricista José Willys Lunguinho de Lima (na foto, à esquerda) que acusa, assim como Miguel, o Secretário de Meio Ambiente – mas que responde pela Infraestrutura -, Marcelo Camilo (à direita), de causar-lhe constrangimento na frente dos colegas, além de repassar informações supostamente inverídicas sobre faltas ao trabalho, que ele diz que não acontecido.

Na Petição, assinada pelo advogado Admilson Leite Júnior, à qual o Blog do Naldo Silva teve acesso em primeira mão, José Willys relata que no dia 25 de maio de 2018, teve o seu ponto cortado, e ao buscar informações com o secretário municipal Marcelo Camilo foi informado que o teria sido o prefeito Verissinho que mandou realizar o corte, “sob o pretexto de que tinha passado em frente ao local de trabalho e não o viu trabalhando”.

Marcelo ainda teria proferido ofensas contra o funcionário e seus colegas, na frente de outros servidores, chamando-os de “vagabundos” e “desocupados”.

Ainda segundo acusa Willys, nas folhas de ponto dos meses de junho e dezembro de 2018, o Secretário colocou uma observação de que ele estaria apenas assinando o ponto e se retirando do local de trabalho (veja abaixo), “sendo que, tal fato nunca ocorreu, e que o mesmo vem ocorrendo com outros servidores que possuem posicionamento político diferente do atual gestor, como é o caso do servidor Miguel Ferreira da Silva”.

 

 

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO