Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Paraibano Petrúcio colecionou medalhas e prêmios em 2018

Esporte

Paraibano Petrúcio colecionou medalhas e prêmios em 2018

O paraibano Petrúcio Ferreira, de 22 anos, não cansa de quebrar recordes. Em 2018, o corredor bateu duas marcas mundiais nos 100 e 200 metros livres, além de ter sido campeão brasileiro nas duas categorias. E todas essas conquistas o credenciaram a receber o Prêmio Paralímpico 2018, maior honraria do esporte, pelo terceiro ano consecutivo.

O atleta revelou o sentimento de receber o prêmio em São Paulo-SP. “É uma satisfação estar recebendo esse prêmio pela terceira vez, sempre ficando entre os melhores do atletismo. Pretendo repetir por muito mais vezes. Isso mostra a importância do trabalho de toda minha equipe, meu treinador Pedrinho e meu fisioterapeuta Wellington. Isso é muito importante”, comentou Petrúcio.

O ano de 2018 foi realmente dourado para Petrúcio. No início do ano, o paraibano foi campeão brasileiro nas provas que são suas especialidades: 100 e 200 metros livres. Mas ser campeão nacional foi só o começo de um ano vitorioso. “Fiz uma boa temporada na Europa, onde pude bater dois recordes mundiais, que inclusive eram meus. Na França, bati os 100 metros. O recorde era de 10’53”, e eu consegui baixar para 10’50”. E na Alemanha, bati o recorde mundial nos 200 metros”, revela.

2019 visando 2020

O ano de 2019 também será muito importante par ao atleta, pois além do Campeonato Panamericano, que será disputado em Lima, no Peru, Petrúcio também correrá o Mundial de Atletismo Paralímpico, que acontecerá em Dubai. E essa competição valerá para índice olímpico, ou seja, pode representar uma vaga antecipada para as Paralimpíadas de Tóqui 2020. “A expectativa é treinar bem e chegar bem nessas competições. É um ano muito importante”, finalizou o paraibano.

Portal Correio

Continue lendo...
Espere! Abaixo temos mais Notícias para você...
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Esporte

TOPO