Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Câmara nomeou bairro de Paulista em homenagem a Carrinho

Política

Câmara nomeou bairro de Paulista em homenagem a Carrinho

Durante sessão ordinária a Câmara de vereadores de Paulista aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei 05/2018 de autoria do vereador Possidônio Fernandes (PSDB) denominando de Carlos Alberto Soares de Oliveira (Carrinho) o Loteamento Córrego de Areia II, situado as margens da rodovia PB-293, saída para Pombal.

JUSTIFICATIVA

Carlos Alberto Soares de Oliveira (Carrinho). Nasceu em 14 de maio de 1941, na cidade de Catolé do Rocha. Filho de Lourival Cavalcante de Oliveira e Maria de Lourdes Soares de Oliveira. Desde pequeno, recebeu o apelido familiar de “Carrinho”. O que virou seu codinome.

Mudou-se para Pombal, cidade da circunvizinha, onde presidiu o São Cristóvão Esporte Clube, do qual, também era integrante como praticante de esportes amadores, à época. Mas no esporte, destacou mais na presidência do Pombal Ideal Clube.

Através de concurso público, integrou a equipe do Fisco Estadual da Paraíba, sendo designado para atuar na cidade de Picuí. Porém, pouco depois voltou a sua “segunda casa”, onde casou-se na cidade de Pombal, com a senhora Jucileide Roque de Arruda Oliveira. Desta união, nasceram quatro filhos; Valmar, Lourival Neto, Carleide e Maria do Rosário.

Na área profissional, ocupou cargos de relevância. Dentre eles, Superintendente Adjunto e pós Superintendente-Geral do Fisco. Diante da sua postura séria e honrosa, foi por duas vezes, destaque na Revista Fiscal, sendo matéria de capa, enaltecendo sua hombridade com o serviço ao qual dirigia.

Conhecido por ser enérgico, tinha zelo pela sua função e mantinha um excelente relacionamento com seus subordinados. Nunca se deixou “subir à cabeça”, tal promoção de chefia. Confundir pessoas com funções hierárquicas, não era do feitio do popular Carrinho.

O funcionário era visto como uma pessoa que tem sentimentos, para ele, não adianta entrar naquela famosa frase “empresa tem é CGC e não coração”. Para carrinho, esta frase simbolizava uma ditadura estúpida dentro do órgão ao qual exerceu com dignidade e honradez, o cargo, seja de subordinado ou de chefia.

Aposentou-se, e decidiu transferir-se para a cidade de Paulista, onde adquiriu uma propriedade denominada Carcará. E a pequena Paulista enfeitiçou o antigo coletor. Tornou-se “A Menina dos Olhos” do velho e bom Carrinho.

Nela, conquistou amizades irmanas, fraternas. O costume quase que perpétuo em procurar sempre ajudar o semelhante, fez com que Carlos Alberto Soares de Oliveira ganhasse a admiração de todos os paulistense.

As posições tomadas, sempre pautadas no que podia ou não ser realizado, ficou sendo uma de suas mais fortes marcas registradas. Sim, era sim. Não era não, meio termo não era com Carrinho.

Enveredou para trabalhar na área política. Assessorou deputado estaduais e federais. E o convívio aflorou a vontade que já tinha, disputar o executivo de Paulista. Tentou por vezes, porém, sem obter êxito. O que não foi motivo para largar a sua conduta de sempre está pronto, ao ser procurado pelo povo.

Mas sempre foi preponderante para os resultados expressos nas umas, nas eleições da qual participou. Seja como postulante, seja como apoiador. Não chegou a realizar o sonho que era de administrar os destinos políticos de Paulista. E, por fatalidade da vida, não presenciou em vida, o filho fazê-lo por ele.

Faleceu vitimado por um infarto fulminante, em 14 de setembro de 2015. Deixou registrada na vida da pequenina Paulista, seu nome epigrafado, em letras garrafais, como o “Prefeito sem prefeitura”.

Fala PB

 

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: