Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Alunos de Paulista e de Sousa vão bem nas Olimpíadas de educação

Entretenimento

Alunos de Paulista e de Sousa vão bem nas Olimpíadas de educação

Foi divulgada a classificação oficial da primeira fase da Olimpíada Brasileira de Informática (OBI) 2018. Dos 641 estudantes do Estado da Paraíba que competirão na 2º fase da OBI, 40 são alunos da Escola Municipal Cândido de Assis Queiroga da cidade de Paulista, sertão do estado.

As provas da 2º fase da Olimpíada Brasileira de Informática serão aplicadas no dia 21 de Junho.

A Olimpíada Brasileira de Informática (OBI) é uma competição organizada pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) nos moldes das outras olimpíadas científicas brasileiras, como Matemática, Física e Astronomia.

A organização da OBI está a cargo do Instituto de Computação da UNICAMP.

Classificados de Paulista:

Alonso Ranyê Dutra Garcia

Ana Clara dos Santos Dantas

Ana Júlia de Sousa Campos

Ana Julia Lima de Moura

Ana Letícia Medeiros de Lima

Ana Valéria Vieira de Almeida

Antônio Bispo da Silva Pereira

Arthur Cavalcante S Nobrega

Carlos Eduardo Ferreira Lima

Davi Linhares Ferreira Soares

Edivaldo Pereira de Melo Neto

Erike Alves da Penha

Evandro Cassemiro B Filho

Gabriele Lima de Farias

Gildemar Pereira de L Junior

Hanna Luísa S V A Oliveira

Isac Lima de Moura

João Carlos Lucena Linhares

Josefina Nóbrega de Araújo

José Lucas C Fernandes Vieira

Júlio Cesar Ferreira de Sousa

Kaleb Coelho dos Santos

Kamila Linhares Moreira

Kauã Oliveira Gomes

Kayllane Ferreira de Araújo

Luan Gomes Pereira Nobre

Luís Henrique da Silva

Luiz Henrique Silva Alves

Maria Clara Gomes Monteiro

Maria da Conceição R Sousa

Mayala Adonias Silveira

Olga Laurentino S Medeiros

Pedro Antônio de M Almeida

Pedro Lucas Dutra Vieira

Sabrina Pereira Monteiro

Sarah Guedes de M Rocha

Silvia Maria F de Medeiros

Vitória Dantas Coelho

Wanda Karla Araújo Saraiva

Ysac da Silva Moura

O sucesso, porém, também é na matemática, já tradição. Estudantes de Escolas Públicas Municipais da cidade foram destaque na Olimpíada Canguru de Matemática 2018 com a conquista de 24 prêmios, sendo; 01 medalhas de ouro, 10 de prata, 04 bronzes e 09 menções honrosas.

Participaram da competição estudantes das escolas Cândido de Assis Queiroga, Pedro Marques de Medeiros, José Jerônimo e Otacílio Tomé.

A distribuição dos níveis, diferentemente da OBM e OBMEP, é a seguinte:

Nível E – alunos do 6º ano;

Nível B – alunos dos 7º e 8º anos;

Nível C – alunos do 9º ano;

Nível J – alunos dos 1º e 2º anos do Ensino Médio;

Nível S – alunos do 3º ano do Ensino Médio.

As provas do “nível E” possuem 24 questões. Demais níveis possuem 30 questões. A duração da prova, para todos os níveis, foi de uma hora e 40 minutos.

A competição é um evento internacional que acontece anualmente em vários países do mundo.  As provas foram realizadas em fase única para mais de 320 mil participantes somente no Brasil.

SOUSA

Alunos do Programa de Educação Básica articulada com a Educação Profissional – EBEP, de Bayeux,  Campina Grande, Patos e  Sousa  estão classificados para a 2ª Etapa da 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP.

Os estudantes classificados são Adaías Martins Lins, Emmely Alves de Santana, Giulio Gabriel Marchetti, Maulian dos Santos Cruz, Miguel Henrique Soares da Silva e Wendel Stanly Silva Oliveira, da Escola Corálio Soares de Oliveira, em Bayeux,  José Anderson, Diego Cruz, Luiz Felipe, Lucas Sousa, Amom Ferreira, e Jeová Ryan, da Escola João Rique Ferreira, do SESI Campina Grande,  Geyson Maik Tiburtino de Carvalho, Matheus Willian Gouveia Amorim, Jordy Medeiros Martins, Maria Eduarda Cunha Silva Araújo, Ítalo Michael Figueiredo Lucena e Joselício Paulo da Silva Neto, da Escola Dionísio Marques de Almeida, do SESI Patos, e Guilherme Iram, Gustavo Veras, João Vitor Dantas, José Carlos, Kauã dos Santos e Sérgio Henrique, da Escola José de Paiva Gadelha, da cidade de Sousa. Todos eles participaram da primeira fase da OBMEP, que teve mais de 18 milhões de alunos inscritos em todo país.

“A participação dos nossos alunos na OBMEP é de fundamental importância, pois a Olimpíada estimula o aluno a testar suas competências e habilidades na área de matemática”, destacou  Alexsandra Souza, gerente de Educação Básica do SESI.

“A prova é concebida de forma que se possa responder às perguntas por meio do raciocínio lógico e da criatividade”, comenta o diretor-adjunto do Impa e coordenador-geral da OBMEP, Claudio Landim. “Com isso, alunos que nem sabiam que gostavam de matemática acabam descobrindo o quanto ela pode ser divertida e desafiadora.”

Fala PB

 

Continue lendo...
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Entretenimento

TOPO
%d blogueiros gostam disto: