Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Denuncia de nepotismo envolvendo Jullys em São Bento. Ele respondeu

Política

Denuncia de nepotismo envolvendo Jullys em São Bento. Ele respondeu

Quase R$ 1,5 milhão. Esse é o valor que os familiares do deputado estadual Jullys Roberto (ainda MDB) podem embolsar em quatro anos da gestão Jarques Lúcio (DEM), no município de São Bento. A denúncia foi feita pelo também deputado estadual Galego Souza. Uma média de quase R$ 400 mil/ano. Os dados estão no portal do Tribunal de Contas, o Sagres On line.

São tios, primos, sobrinhos e irmãos, uma família inteira contemplada com os recursos públicos. De acordo com o deputado estadual Galego Souza, esse é mais um caso de nepotismo escancarado da gestão que se elegeu com a falsa promessa de nova política, mas que faz uso das velhas práticas para beneficiar apadrinhados.

O caso, segundo o parlamentar, será denunciado ao Ministério Público para que providências sejam tomadas.

Estão na lista a irmã do ex-deputado Márcio Roberto (tia de Jullys), com um salário de R$ 6 mil. A irmã de Jullys, que é vereadora, e é contratada na área da saúde, com um salário de pouco mais de R$ 2 mil, o tio de Jullys, entre tantos outros.

Segundo Galego, a denúncia será protocolada no Ministério Público nos próximos dias, já que poderá acarretar em improbidade administrativa.

Jullys respondeu:

O deputado se pronunciou, sobre a acusação de nepotismo. Sob o endosso do deputado estadual Galego Souza (PP), texto afirma que parentes do parlamentar iriam embolsar quase R$ 1,5 milhão em quatro anos de gestão, e que por tal motivo o parlamentar será denunciado ao Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Segundo Jullys, os parentes mencionados ou são servidores públicos concursados ou estão ocupando cargos por mérito, sem a sua influência política. “Não sou prefeito, nem muito menos faço parte do Poder Executivo para praticar tal conduta de patronato. Os meus familiares que são servidores públicos, ou são concursados, ou estão lá por méritos próprios visto que a maioria possui curso superior e preenche os requisitos exigidos, não por mim, mas pelo gestor”, declarou.

O emedebista disse estar sendo mais uma vez vítima de uma “denúncia totalmente descabida e fora do mundo jurídico, sem qualquer nexo”, e que não recebeu qualquer notificação do MPPB a respeito do caso.

Por fim, Jullys disse estar sereno em sua caminhada para a reeleição, e que toda a conjuntura política hoje respira a seu favor. “Nossa campanha está em ascensão e a todo vapor com diversos novos apoios, o que fortalece cada dia mais os nossos passos para a Assembleia Legislativa no ano de 2019. E espero contribuir, mais uma vez, com o meu Estado e representar todos aqueles que acreditam em mim”, finalizou.

Veja lista os parentes citados como do deputado:

1 – Marta Ranieri da Silva (tia de Jullys)

Instituto de Previdência – R$ 6.000,00

 

2 – Pedro Eulampio da Silva Neto (primo de Jullys)

Lotado na Sec. de Agricultura  – R$ 937,00

 

3 – Bonifácio Bezerra Nóbrega Neto (cunhado de Jullys)

Lotado na Sec. de Finanças – R$ 2.200,00

 

4 – Joyce Resende de Oliveira (prima de Jullys)

Lotado na Sec. de Educação  – R$ 2.940,00

 

5 – Kenia Thegeane (esposa do tio de Jullys)

Lotada na Sec. de Educação R$ 2.200,00

 

6 – Pedro Euplampio da Silva Filho (tio de Jullys)

Lotado na Sec. de Administração – R$ 3.200,00

 

7 – Mércia Rejania da Silva (tia de Jullys)

Lotada na Sec. de Agricultura – R$ 2.137,00

 

8 – Raphael Araújo da Silva (primo de Jullys)

Lotado na Sec. de Administração – R$ 2200

 

9 – Josineide Resende dos Santos (tia de Jullys)

Lotada na Sec. de Educação – R$ 937,00

 

10 – Bruno Henrique Resende Bezerra (primo de Jullys)

Lotado na Sec. de Educação – R$ 1.530,00

 

11 – Márcia Roberta Resende Ramalho (irmã de Jullys e vereadora)

Lotada na Sec. de Educação –Rr$ 2.562,76

 

12 – Josecleia Resende (tia de Jullys)

R$ 937,00

Total por ano – R$ 360.140,00

Total em quatro anos de gestão R$ 1.444.260,00

MAIS PB

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: