Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Detalhes da recente sessão da Câmara catoleense

Política

Detalhes da recente sessão da Câmara catoleense

Os vereadores catoleenses estiveram reunidos para mais uma sessão da Câmara de vereadores da cidade. A sessão ordinária ocorreu nessa última segunda-feira, dia 05 de março com matérias votadas e outros temas debatidos.

Os discursos começaram com Bizu Maia (PRB) destacando uma nota divulgada pela secretaria de educação municipal em resposta a denúncias apresentadas; “Achei chocante a nota de esclarecimento da secretaria de educação, ela diz que o aluno só precisa de professor e não de materiais acessórios. Isso é uma falta de investimento, falta de procura em busca de programas necessários para nosso desenvolvimento, e resumo chamando a nota de mentirosa ou então o secretário não conhece a realidade da educação daqui”; enfatizou.

A NOTA da secretaria foi enviada aos vereadores e diz o seguinte:

Em momento algum foi emitida a lista exigindo material escolar ou fardamento, portanto, esse material que está circulando não é oficial. A SEMED não exige material escolar e nem fardamento, caso o aluno não tenha. O que aconteceu foi um desencontro de informações resultando em um “mal entendido”.

Por motivos no corte de gastos, a SEMED – ainda – não definiu data para dar prosseguimento ao fardamento/kit escolar. Somos conhecedores de que esses materiais são importantes mas, que mais importante também é o aluno em sala de aula com professor lecionando, resultando no conhecimento. E isso está acontecendo desde o dia 5 de fevereiro nas escolas.

Reafirmamos que a mencionada lista não partiu, de nenhuma forma, da Secretaria de Educação ou Diretoria de qualquer escola. Não nos responsabilizamos por tal e nem exigimos qualquer material vindo do aluno. O nosso pilar é o conhecimento, a educação que é repassada todos os dias com profissionalismo, ética e dedicação, sem nenhuma distinção.

Mudando o assunto, Bizu novamente comentou sobre outras questões, dessa vez a ponte do Rancho do Povo; “Vi um membro do ODE daqui de Catolé dizer que aquela ponte não tinha urgência, dá pra acreditar nisso? ”; falou Maia ao comenta o que Garber Benjamim (DEM) tinha dito; “Cheguei cedo no Orçamento Democrático deste ano, me inscrevi mas não me deixaram usar a plenária, uma vergonha e tudo combinado e eu ia elogiar o Governo mas também reivindicar obras que precisamos”; comentou.

Na pauta do dia foram aprovados projetos de lei que criam empregos em Catolé do Rocha no poder executivo, e ainda de Themistoclys Barreto (PR) para criar um campeonato de futsal na cidade.

Entre os requerimentos pedidos provados para ensiladeira rural, reforma de PSF e do mercado do Coronel Maia, mais requerimentos para coletores de lixo na zona rural, pavimentação no Tancredo Neves e sinalização de ruas.

Faltaram aos trabalhos, Popó Maia (PTB), Marquinhos do Leite (PPS), Geraldo Amélio (PR) e Jessé Rafael (Avante).

 

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: