Vejam quem foram os deputados federais ficaram a favor da CPI da Petrobrás

CPI_PetrobrasApenas quatro dos 12 deputados federais da Paraíba votaram a favor a criação da CPI da Petrobras na Câmara Federal. Pedro Cunha Lima (PSDB), Efraim Filho (DEM), Welington Roberto (PR) e Wilson Filho (PTB) foram os únicos parlamentares do estado a apoiarem as novas investigações.

Segundo publicação em revista, os peemedebistas Veneziano Vital do Rêgo, Hugo Mota, Manoel Júnior e Benjamin Maranhão, além de Luiz Couto (PT), Rômulo Gouveia (PSD), Aguinaldo Ribeiro (PP) e Damião Feliciano (PDT) não teriam assinado o documento que pedia novas investigações no escândalo de corrupção envolvendo dirigentes da estatal com o pagamento de propinas.

A criação de uma nova CPI da Petrobras recebeu o apoio de dezessete partidos na Câmara dos Deputados, entre eles oito da base do governo. O PT voltou a se recusar a apoiar a instalação de uma comissão. Além de não apoiar a CPI, o partido tentou impedir a criação de uma nova investigação sobre a Petrobras, conforme relataram parlamentares apresentando uma lista com diversos pedidos de CPI e, dessa forma, ultrapassar o limite de cinco comissões simultâneas em funcionamento, como determina o Regimento da Casa.