Tribunal reprovou contas do prefeito Severino da cidade de Paulista, ele pagará R$ 400 mil de multa

severino-prefeito-de-paulistaPor unanimidade, os conselheiros do Tribunal de Contas da Paraíba decidiram julgar irregular a prestação de contas da gestão do atual prefeito de Paulista, Severino Pereira (PTB), relativas ao ano de 2013.

No seu voto o relator do caso destacou que a auditoria do tribunal encontrou várias irregularidades na administração de Paulista, destacando o pagamento ilegal a uma associação de municípios (UBAM), além de não recolhimento de contribuição previdenciária, contratação de servidores sem concurso público e não realização de processos licitatórios para compras no município.

Da tribuna, o advogado da prefeitura, Jonhson Abrantes, ainda tentou convencer os membros da corte de que as irregularidades encontradas não causaram dano ao erário, mas seus argumentos não foram aceitos e o parecer foi aprovado por todos.

Após publicação do Acórdão, o prefeito Severino terá prazo para recorrer ao próprio TCE.

Caso seja mantida a rejeição das contas, as mesas serão analisadas, por fim, pela Câmara de vereadores daquele município, que só poderá modificar a decisão se houver ao voto de seis dos nove parlamentares.

Se a reprovação permanecer o prefeito ficará inelegível até 2023.

Esta não foi a primeira reprovação de contas da administração de Severino, que é prefeito de Paulista desde 2009, e já teve acusação entre outras de contratação de falsos médicos.

Texto: Liberdade FM