Presidente da Câmara deve romper com prefeita de Pombal. Eles são do mesmo partido

Josevaldo (400x256)Em discurso feito na tribuna da Câmara Municipal de Pombal, o vereador e presidente do Poder Legislativo Josevaldo Feitosa (PT-FOTO) tornou públicas insatisfações com a prefeita Polyana Dutra, do mesmo partido, e admitiu que poderá “romper” politicamente com a gestora.

O parlamentar queixou-se de possível perseguição a aliados seus, que ocupavam cargos na administração, e acusou a prefeita de persegui-los porque votaram no candidato a deputado estadual Feitosa – seu irmão – na eleição de 2014.

“São pessoas que foram colocadas, não por mim, mas ainda por Jairo [Feitosa, ex-prefeito morto em 2007] e que ajudaram à prefeita se eleger e reeleger-se e agora são humilhadas por causa da amizade que mantêm com nossa família”, afirmou.

Josevaldo declarou ainda que se sente como “um peixe fora do aquário” e esperou passar os três meses do ano para aguardar o posicionamento da prefeita.

Ele relembrou que Polyana demitiu mais de 50 ocupantes de cargos comissionados no final do ano passado (SAIBA MAIS), “sob a falsa alegação que seria para conter despesas”, mas já teria chamado todos os demais e, “por coincidência”, deixou de fora apenas os que eram ligados a ele.

“Diante dessa situação, declaro minha independência parlamentar a partir de hoje, porém, não votarei contra projetos que trouxerem benefícios para Pombal. Só não participo mais de um grupo que me excluiu”, revelou.

 Fonte: Liberdade FM