Ministério Público adia prazo para retirada de comércio das calçadas de Catolé do Rocha

Vereadores catoleenses e o chefe de gabinete da prefeitura municipal Hugo Maia estiveram na sede do Ministério Público de Catolé do Rocha. Os parlamentares que lá estiveram foram, Cleverlando Barreto (PTB), Garber Benjamim (DEM) e Marquinhos do Leite (PPS) que se encontraram com o promotor Stoessel Wanderley.

A pauta foi o fato do MP ter recomendado a prefeitura para retirar os ocupantes de calçadas na cidade de Catolé, o que atinge em muito o comércio local.

Os parlamentares pediram ao promotor o aumento do prazo que acabava agora em novembro que exigia a PMCR para cumprir em retirar todos os ocupantes.

O pleito foi conseguido, o promotor agora deu um prazo para até o dia 15 de fevereiro de 2018.

Na argumentação está o fato dos festejos de final de ano, incluindo natal e réveillon quando o comércio tem um volume aumentado de vendas.

Os vereadores se comprometeram em conversar com o prefeito Leomar Maia (PTB) para conseguir um local específico para esses ambulantes.