Meteorologista alerta para seca em 2015. “População terá problemas enormes”

Acude_Riacho_02 (350x263)O meteorologista e professor universitário da UFERSA em Mossoró, Dr. José Espíndola esteve nesta última semana realizando uma palestra para agricultores na cidade de Catolé do Rocha. O evento foi promovido pelo Sindicato Rural local. O lecionador não trouxe expectativas tão boas quanto à questão de inverno para a nossa região e alertou sobre o açude de Coremas, principal do estado paraibano.

ProfessorUFERSA (100x125)CHUVAS FRACAS

“As chuvas deverão ocorrer novamente abaixo da média, com destruição muito ruim de espaço e de tempo. 2015 será parecido com 2013 e 2014”.

PESSOAS IRÃO SOFRER

“A seca deste ano terá uma característica diferente, nos outros anos morreram animais e vegetação, esse ano a população das cidades terão problemas enormes pois os mananciais estão em sua maioria secos”.

COLAPSO NO AÇUDE DE COREMAS

“Coremas está com apenas vinte por cento de sua capacidade, porque ele é um açude muito usado que atende mais de quinhentas mil pessoas, fora a evaporação que é muito intensa. Cada metro quadrado do açude perde por dia através da evaporação cerca de quinze litros de água. As comportas do açude podem ser fechadas, Ceará e Rio Grande do Norte já estão fazendo isso para não matarem os grandes reservatórios

ÚLTIMA ESPERANÇA

“Nós temos expectativa de no início do mês de fevereiro chover em nossa região, pois a meteorologia vem mostrando isso. Março e Abril dificilmente seja pior que Janeiro e fevereiro, e esperamos que depois do dia de São José que o agricultor também acredita traga chuva pra gente