Mercado das redes mais próximo de inauguração em São Bento

MercadoRedeA Prefeitura Municipal de São Bento, no Sertão da Paraíba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento do Turismo, Esporte Cultura e Lazer e da Comissão Permanente de Licitação, deu início, esta semana, ao procedimento para a concessão pública das 96 unidades comerciais (boxes) do Mercado das Redes, uma obra muito aguardada pela população São-bentense.

Ascilon Clementino Dantas e Francisco das Chagas, da Comissão Permanente de Licitação da prefeitura e da Secretaria de Turismo, respectivamente, teceram algumas explicações acerca da forma como serão distribuídos os pontos comerciais do mercado das redes, que se dará através da Modalidade de Licitação da Concorrência Pública.

Segundo Ascilon, a administração vai fazer ampla divulgação do processo de concessão das unidades comerciais, inclusive, com uma panfletagem na feira livre da próxima segunda-feira (16), com muitas informações a respeito da maneira de adquiri-los, acrescentando que quaisquer dúvidas sobre o assunto, os interessados podem procurá-lo, na sede da CPL (Comissão Permanente de Licitação), na prefeitura, no horário das 08 às 13h. “O edital da concorrência já está disponível, também, no site da prefeitura”, disse Ascilon.

Clementino disse, ainda, que, de acordo com o Edital da Concorrência Pública de nº 001/2015, podem participar do processo tanto a pessoa física como jurídica, onde o valor ofertado como lance único de cada unidade comercial (boxe) deverá ser igual o maior do que o valor mínimo, que é de R$ 10.0000,00 (dez mil reais), estabelecido para cada boxe, sob pena de desclassificação da proposta, em caso de oferta menor, e que cada licitante poderá participar da seleção de até 05 (cinco) boxes. Contudo, sagrando-se vencedor de mais de um ponto, deverá optar por apenas um deles, antes da entrega do objeto.

Conforme o secretário de Turismo do município, Francisco das Chagas, a princípio, a comissão de licitação pensou em dar início ao processo no dia 17 de março, mas resolveu prorrogar o prazo até o dia 10 de abril e, após a seleção dos adquirentes dos boxes, começará a administração propriamente dita, com o funcionamento da estrutura. “O Mercado das Redes vem, na verdade, coroar toda uma história de fabricação e potencialização de redes e de outros produtos têxteis de São Bento”, disse Francisco.

Futuro Administrador do Mercado das Redes e também do ramo da indústria têxtil de São Bento, João de Guda revelou que a estrutura do mercado é suficiente para atender toda uma demanda dos comerciantes que necessitam do espaço.

Assessoria