Governo dilvulga nota sobre mudança de local na entrega do Programa do Leite em Catolé do Rocha

Programa-Leite-da-ParaíbaHouve mudança de local de entrega do Programa Governamental de entrega do Leite em um dos locais na cidade de Catolé do Rocha. Este justamente no bairro mais populoso da localidade, o Tancredo Neves, e após isso os representantes estaduais divulgaram uma nota de esclarecimento.

NOTA:

O Governo do estado da Paraíba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Humano, vem emitir nota de esclarecimento sobre questões levantadas a respeito do programa Pão e Leite da Paraíba, programa do Governo do Estado, gerido sob a Coordenação da Sra Tatiana Matias, Gerente Executiva do programa Pão e Leite no estado, e na cidade de Catolé do Rocha sob a responsabilidade da Sra. Elaine Cristina Andrade, vem esclarecer ao publico em geral que a mudança de endereço de entrega do programa pão e leite no bairro do Tancredo Neves nesta cidade de Catolé do Rocha, que, antes era distribuído na Igreja Virgem dos Pobres daquele bairro, ocorreram pelo fato da paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, mantedora daquela igreja, solicitar através de oficio, a retirada do programa Pão e Leite, das instalações daquela igreja, pois a paróquia irá reformar o prédio anteriormente utilizado.

Após o recebimento do oficio, a Gerente Executiva Sra. Tatiana Matias, tentou de varias maneiras, contato com o município para que o programa fosse instalado, ou na creche Municipal Teresinha Nunes, naquele bairro, ou na Escola Municipal Catarina Maia, que também se encontra naquele bairro, porem a prefeitura alegou que não dispõe de espaço físico para abrigar o programa nas suas dependências.

Pensando nas quase 400 famílias, cadastradas no programas Pão e Leite, no Bairro do Tancredo Neves, que para receber o beneficio, iriam ter que se deslocar ao CSU(Centro Social Urbano), no bairro do João Pinheiro Dantas, do outro lado da cidade, foi que a coordenação local, preocupada com este deslocamento, procurou em Contato com a Sra. Tatiane Matias, realizar parceria com a CAP(Casa de Ação Popular), ONG sem fins lucrativos, que tem uma sede, bem localizada no coração do bairro, fazendo com que a mesma cumpra a função de colaboradora, com o fim de alem de oferecer os serviços que a ONG já presta naquele bairro, poder ajudar o Governo do Estado, a continuar prestando o serviço a população daquele já tão sofrido lugar, dentro do próprio Bairro, sem a necessidade de fazer os usuários se deslocarem para outros bairros e dificultar ainda mais a entrega e a retirada dos alimentos.

Assim foram levantadas questões de ordem política, quanto a lisura do programa Pão e Leite da Paraíba, pelo fato do mantenedor da ONG, a qual cedeu o espaço para o programa, ser um Vereador desta cidade, assim esta nota vem procurar dirimir duvidas, quanto ao processo de escolha dos beneficiários, uma vez que são adotados critérios técnicos para a escolha, como: a família deve possuir renda per -capita(por pessoa) de no Maximo meio salário mínimo, e ter entre os membros da família, gestantes comprovadas pelas Unidades Básicas de Saúde, e que estejam realizando todo o acompanhamento pré-natal.