Governador entregou equipamentos para empreendedoras rurais de Pombal

RicardoCom apoio do Governo do Estado, em parceria com a prefeitura de Pombal e outros parceiros, a Associação Comunitária Rural de Várzea Comprida dos Oliveiras implantou uma pequena fábrica de produtos alimentícios. A entidade é formada por 20 mulheres microempreendedoras que já produzem bolos e decidiram organizar e ampliar os negócios. O governador Ricardo Coutinho fez a entrega dos fornos e demais equipamentos da padaria rural, por meio de financiamento do Projeto Cooperar, no valor de R$ 110 mil.

Na ocasião, Ricardo destacou a força da organização. “As populações organizadas estão, a cada dia, mais empoderadas e a unidade faz a diferença. Eu estou extremamente feliz em perceber que as comunidades estão tendo perspectivas de vida cada vez melhores, mudando seu próprio destino,” pontuou. O governador recomendou que os diretores das escolas estaduais priorizassem a aquisição dos produtos comunitários para o cardápio da alimentação escolar.

Ricardo ainda pontuou algumas obras realizadas em Pombal. No campo cultural, o Fundo de Incentivo à Cultura (FIC) vai financiar a restauração da antiga cadeia pública que se transformará em um museu. Ele acrescentou que o Estado tem espaço privilegiado em Pombal e citou a parceria do Centro de Cardiologia, além do apoio que viabiliza a boa gestão do Hospital Regional de Pombal.

O governador destacou ainda que o Cooperar financiou o projeto das mulheres da comunidade de Várzea Comprida dos Oliveiras porque constatou que se tratava de um processo que teria mercado para escoar a produção, uma iniciativa viável que vai gerar renda. No sítio, moram 100 famílias que totalizam cerca de 300 pessoas que sobrevivem de pequenos negócios no campo. Uma das atividades de  destaque, além da fabricação de bolos, é a produção de hortaliças.

A prefeita de Pombal, Pollyanna Dutra, anunciou que, neste ano, a prefeitura vai comprar para a merenda escolar R$ 105 mil em bolos feitos pelas mulheres da Várzea Comprida dos Oliveiras e destacou que a comunidade sempre desenvolveu estratégias associadas às políticas públicas praticadas pelos governos em todas as esferas. “As pessoas aqui têm tido criatividade e essas 20 mulheres são microempreendedoras rurais”, elogiou. O município atraiu 62 empresas que vão gerar, em um ano, 1.000 empregos.

A vice-governadora Lígia Feliciano destacou o exemplo de desenvolvimento sustentável praticado pelas mulheres microempreendedoras rurais do município de Pombal. A solenidade contou com a participação de diversos secretários de Estado.