Golpe de falsos crediaristas em Paulista

gOLPEA prática do vendedor ambulante porta-porta (crediarista) é muito comum, e muitas famílias vivem dessa prática de trabalho informal que tem clientela garantida, principalmente em meio aos idosos e aposentados, atraídos principalmente pela facilidade de comprar sem sair de casa, o longo prazo para pagar e o baixo valor das parcelas.

Porém, muitos bandidos tem se aproveitado da ingenuidade dos aposentados para aplicar golpes e subtrair dinheiro das vítimas.

Foi o que aconteceu com uma aposentada que denunciou o que lhe aconteceu, mas preferiu não se identificar.

A senhora disse que comprou recentemente um jogo de panelas com um crediarista, e que lhe custou 200 reais, divididos em 10 parcelas de 20.

Poucos dias após a compra, a aposentada recebeu a visitar de um suposto cobrador em sua casa, dizendo que era representante da empresa onde ela havia comprado o jogo de panelas, e que, estava ali para receber o valor total da compra (200 reais), pois, se a senhora optasse por pagar parcelado, o pagamento teria que ser feito em Patos, diretamente na sede da empresa.

Diante da dificuldade de deslocar-se para Patos, apenas para efetuara o pagamento de uma prestação de 20 reais, a aposentada arrumou o dinheiro e pagou ao homem.

Mas a surpresa veio depois, quando chegou à data correspondente ao vencimento da parcela, outro cobrador apareceu para receber os 20 reais referentes à prestação do jogo de panelas.

A senhora informou que já havia feito o pagamento total do produto e contou o acontecido, porém o rapaz disse que ninguém de sua empresa estava autorizado a fazer esse tipo de cobrança e que ela havia caído num golpe.

A senhora continua pagando as parcelas de 20 reais pelo jogo de panelas, embora acredite que o golpe foi mancomunado com o vendedor, pois ninguém sabia da compra, se não ela e o cujo.

 Fonte: Paulista PB