FETASP participou de reunião entre prefeito e sindicato de servidores de Cajazeirinhas

FetaspCajazeirinhasO Vice Presidente de Assunto Regionais da FETASP/PB José Alcione participou nesta semana de uma reunião com a presidenta o SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CAJAZEIRINHAS – SINDSEC Leania Rodrigues de Almeida e o Prefeito Cristóvão Amaro da Silva Filho, para tratar de assuntos ligados ao movimento grevista realizado pelo professores da cidade.

Ainda participaram da reunião o secretário de educação Rodolfo Trigueiro de Almeida, o secretário de financias Juvêncio Rodrigues Neto, as professoras Aline Carla de Medeiros e Ednilda Bezerra dos Santos o vereador Otoniel de Sousa Brito, a pauta da reunião foi: a questão da mudança da carga horária dos professores de 25 para 30 horas, a observação de 2/3 para interação com o aluno e 1/3 para planejamento e trabalhos extra classe,e a outra questão é em relação a o aumento do salário.

O representante da FETASP/PB José Alcione apresentou ao prefeito os pleitos dos professores, dizendo que os mesmo aceitam concordam com a questão das 30 horas, porém querem que no projeto enviado pelo executivo já faça a discriminação de que dessa total 2/3 para sala de aula e um 1/3 para planejamento e extra classe, tendo em vista que hoje eles não tem essa hora extra classe. Já em relação a questão salarial a proposta dos servidores é de que seja dado um aumento de 20% em virtude de que também está sendo aumentado a carga horaria. O mesmo lembrou ainda que o Município não está ainda usando o limite prudencial da lei de responsabilidade fiscal de acordo com os dados apresentados em relação a 2014. Também se lembrou da importância do dialogo social franco e verdadeiro entre o poder executivo e o sindicato.

Segundo o prefeito ele iniciou a sua negociação com o Sindicato em 13,32%, aumentou para 15%,depois 17% e agora tá está apresentando 17,11%, que segundo ele não tem como aumentar mais esse valor, pois praticamente todo o dinheiro do FUNDEB está sendo usando para a folha de pagamento, pois tem mês que usa todo o FUNDEB somente para o pagamento dos 60% dai os 40% é tirado de outras receitas. Reconheceu a importância do trabalho do professor, mas disse que não poderia aceitar essa proposta no momento. O prefeito ainda lembrou que o PCCR, paga o triênio, ou seja, a cada três anos o servidor tem um aumento de 5% em seus salário.

A Presidenta Leania Rodrigues de Almeida, lembrou que essa greve não é boa para ,os alunos, professores e a administração, mas que esse foi o último recurso utilizado e que está querendo buscar uma ponto de acordo que seja bom tanto para os servidores quanto para a prefeitura e também disse que em nem um momento está pedindo que todo o dinheiro seja destinado para os professores.

Diante dos fatos o Vice-Presidente de Assuntos Regionais da FETASP, pediu então para o prefeito já que ele disse não ter como dar o aumento de 20%, que envie a proposta das 30 horas com a divisão dos 2/3 em sala e 1/3 planejamento e extra classe, que mantivesse os 17,11% e que pudesse ver a questão de aumentar de 10% para 15% a diferença entre o profissional de formação média e o graduado, mesmo que isso seja para o próximo ano. O prefeito ficou de estudar e mandar elaborar um projeto e vaie enviar para a FETASP/PB e para o SINDICATO.