EMATER de Pombal tem utilizado técnica do “galho” pra encontrar água

FuncionarioEmaterUma das alternativas utilizadas para a localização de água tem sido disseminada na região de Pombal apontando, em muitos casos, resultados positivos. A Coordenadoria Regional da EMATER local, por exemplo, diante da crise hídrica tem desenvolvido a atividade objetivando encontrar o líquido sob o solo e com isso amenizar situações graves ocasionadas pela ausência, principalmente na zona rural.

A prática conhecida por alguns tem se valido apenas de um graveto de madeira e o dom de um resumido grupo de pessoas que atua como verdadeiros imãs humanos, procurando descobrir nas entranhas da terra o líquido mais precioso do sertão: a água.

Um caso comprovado foi demonstrado pelo Extensionista Rural I da EMATER, Ivanaldo Bernardo (FOTO).

Utilizando um galho de madeira bifurcado, segundo demonstração, foi possível observar que o mesmo gira fortemente entre as mãos de quem o carrega sempre que a água é detectada.

A atividade, oportuna nesses tempos de seca, está sendo empregada pelo órgão, de forma popular e não oficial, em diversas localidades rurais.

Os poços são marcados indicando onde eles estão para que o proprietário da terra mande perfurar depois. O resultado é impressionante.

Nesse momento em que os reservatórios estão quase vazios a descoberta ajuda muito, principalmente aqueles agricultores que estão passando por situação difícil já com a iminência de ficarem sem a sua fonte de renda. Essa é uma alternativa viável e importante para toda população” disse o técnico à reportagem.

O trabalho da EMATER é feito gratuitamente para tentar minorar a situação.

Questionado quanto à possibilidade de qualquer pessoa poder encontrar água usando o graveto, o técnico é prudente reafirmando se tratar de um “dom”.

Fonte: Liberdade FM