Dr. Paulinho afirma que hospital regional de Catolé não faz politicagem. Ele admite quebra de braço com PMCR

HRAMVO “prefeitável” de Catolé do Rocha, Paulinho Araújo (PR) que é médico e agora também está exercendo suas atividades no Hospital Regional da cidade, falou recentemente sobre questões relacionadas à unidade. Segundo ele está existindo uma “quebra de braço” entre Secretaria Municipal de Saúde e HRCR.

Paulinho“Nesta quebra de braço entre Secretaria de saúde e Hospital Regional quem perde é o povo. Agora os motivos têm sido notadamente colocados pela prefeitura, como nós sabemos devido ao estado ter readquirido os recursos de média complexidade”; afirmou.

Paulinho disse ainda que a unidade hospitalar estadual de Catolé não faz politicagem; “Imaginem se pós tudo o que vem acontecendo, a retirada de funcionários, se o Hospital pedisse o mamógrafo de volta, prejudicaria aquelas pessoas pobres de nossa região que vem precisar de tal exame, mas não faremos este tipo de coisa, não é do nosso estilo”; completou.

Ele lembrou também que a superlotação do HRCR nos últimos dias vem sendo devido à falta de médicos constantes no Hospital Municipal Ermina Evangelista e também em alguns PSFs.

Paulinho foi o primeiro falar publicamente sobre essa relação que tem se complicado entre Hospital e Secretaria de Saúde em Catolé.

Alguns atos já aconteceram como; Prefeitura ter chamado de volta funcionários que eram cedidos, e ainda recursos de Média Complexidade que era da Secretaria e agora o Ministério da Saúde determinou que venha diretamente para o Hospital.