Câmara Catoleense realizou audiência pública para debater segurança

A Câmara Municipal de Catolé do Rocha realizou uma audiência pública na última segunda-feira, 13 de novembro. Nela os parlamentares discutiram juntamente com outras autoridades e representantes da sociedade civil organizada o tema pertinente a cidade.

O presidente Cláudio de Sinfrônio (PSDB) destacou a realização do ato público; “O poder legislativo está observando sempre o que a sociedade pede em nossa cidade, identificamos a necessidade dessa realização para debatermos o tema e o colega Bizu apresentou e pedido e prontamente atendemos, agradecemos aos que se fizeram presentes”; lembrou. A sessão teve mais de quatro horas de duração.

Entre os convidados, esteve por lá o comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar, o Major Esaú Barbosa, o diretor do presídio regional Emerson, além do gerente do Banco do Brasil, Domingos, e representantes da prefeitura municipal como o chefe de gabinete Hugo Maia e o procurador municipal Dr. Neto.

O assunto foi a segurança pública, todos os vereadores presentes discursaram, e debateram que a situação precisa melhorar Popó Maia (PTB) por exemplo, deu graças que Catolé do Rocha até hoje nunca teve uma agência bancária explodida. Ainda Pópó, ela anunciou que a prefeitura municipal está realizando o projeto para juntamente com a justiça, instalar câmeras de vigilância no centro da cidade.

A propositura da realização da sessão foi do vereador Bizu Maia (PRB).

OUTROS ASSUNTOS

No mesmo dia além da audiência pública, ainda houveram trabalhos ordinários, na sessão. Foi criado um calendário anual de eventos na cidade catoleense, e ainda requerimentos aprovados com pedido de câmeras em escolas municipais, melhoria do Riacho Agon, pagamento de adicional noturno a vigilantes e moção de pesar.

Faltou aos trabalhos, Pedro Pereira (DEM).