Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Por iniciativa de Ruy Carneiro, Câmara Federal vai debater “apagão” do INSS.

Política

Por iniciativa de Ruy Carneiro, Câmara Federal vai debater “apagão” do INSS.

Problema afeta milhões de brasileiros

O requerimento do deputado Ruy Carneiro (PSC) para discutir a crise do Instituto Nacional do Seguro Social em uma audiência pública foi aprovado na última quarta-feira (11) durante reunião da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara Federal. Com a aprovação, a audiência pública ocorrerá no próximo dia 17.

“Essa crise instalada no INSS precisa ser solucionada com urgência. Nós não podemos ficar de braços cruzados assistindo a 3 milhões de pessoas em busca de um benefício e cerca de 1 milhão em busca de uma perícia médica. Por isso, vamos ouvir as partes envolvidas e tentar viabilizar um mutirão para solucionar esses atendimentos que estão represados”, defendeu o deputado.

Ruy Carneiro também acredita que ações de longo prazo também precisam ser estudas e executadas para evitar que a atual situação se torne corriqueira. “É importante ressaltar que a situação não vem de hoje, mas com o acumulo dos últimos anos chegamos a esse cenário crítico. Independente da greve dos médicos peritos, o número de servidores foi reduzido de 38 mil em 2012 para 20 mil atualmente, uma diminuição de 46%. A realização de concurso para novos servidores também precisa ser avaliada como uma das alternativas para reduzir o déficit de profissionais do Instituto”, afirmou.

Audiência – Além da solicitação de Ruy, Carneiro a audiência pública também contemplará uma propositura do deputado Alexandre Padilha (PT-SP). Os requerimentos de Ruy e Padilha propõem debater as atuais condições de trabalho dos servidores do INSS e a precarização no atendimento à população.

Foram convidados para a audiência pública o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social, Guilherme Gastaldello; o ministro do Trabalho e Previdência Social, José Carlos Oliveira; o ministro da Economia, Paulo Guedes; o presidente do Consórcio de Sindicatos de Seguridade Social, Pedro Luis Totti; o presidente da CUT, Sérgio Nobre, e representantes do Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social.

Em pronunciamento Ruy Carneiro (PSC) cobrou medidas para sanar o que ele classificou de “apagão do INSS” e defendeu um mutirão de atendimentos para contornar a crise instalada no Instituto Nacional do Seguro Social e agravada com a greve de peritos e servidores que teve início em 23 de março.

Para o deputado federal, é preciso ações práticas e emergenciais e a realização de um amplo debate com a participação de representantes do INSS, governo federal, Congresso e da Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores da Previdência. Uma das saídas passa pela redução no déficit de servidores do INSS. Em 2012, o Instituto tinha 38 mil funcionários e hoje conta com menos de 20 mil.

“Além do debate que nós estamos propondo na Comissão de Seguridade Social, essa casa também tem que entrar nesse tema pra que a gente defenda um mutirão de atendimentos e a realização de concurso para contratação de novos servidores. Nada mais injusto do que um cidadão que paga uma vida toda o INSS e por uma casualidade sofre algum tipo de acidente e não consegue usufruir do benefício, seja auxílio acidente, auxilio doença ou aposentadoria por invalidez”, defendeu.

Informações com Assessoria

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: