Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Equipe do Sousa vive momento ruim jogando em casa, com derrotas seguidas

Esporte

Equipe do Sousa vive momento ruim jogando em casa, com derrotas seguidas

Má fase

Depois de uma sequência positiva ainda nesta temporada, quando ficou seis jogos invictos, o Sousa, agora, vive um momento bem diferente. O Dinossauro vem de três derrotas consecutivas. Duas, na Série D do Campeonato Brasileiro, e a outra, no jogo de ida das semifinais do Campeonato Paraibano 2022. Com esses resultados, a equipe sertaneja alcançou marcas que há muito tempo não eram vistas pelo clube quando joga no Marizão: cinco anos sem perder dois jogos consecutivos e nove temporadas sem ser derrotado por três gols de diferença. Uma das explicações para o mau momento, na opinião do meia Juninho Paraíba, é a maratona de confrontos.

Enfrentar o Sousa no Estádio Marizão sempre foi motivo de atenção maior por parte dos adversários. A casa do Dinossauro é um dos ambientes mais difíceis de se jogar no estado paraibano. De acordo com o próprio presidente do clube, Aldeone Abrantes, o local é a “La Bombonera do Sertão”. Antes de enfrentar o Campinense, no jogo de ida da semifinal do Paraibano, o time sertanejo havia feito 10 jogos em seus domínios neste ano, com sete vitórias e três empates. Agora, parece que a coisa desandou por lá. São duas derrotas consecutivas: 1 a 0 para o Campinense na quarta-feira da semana passada e 3 a 0 para o Retrô no último domingo.

Havia cinco anos que o Sousa não perdia duas vezes consecutivas no Marizão. Em 2017, na verdade, o Dinossauro perdeu três vezes: 1 a 0 para o Botafogo-PB, 2 a 1 para o Auto Esporte-PB e 2 a 1 para o Internacional-PB. Já a outra marca negativa, que é a derrota por três gols de diferença, não acontecia para o Verdão, em seus domínios, havia nove temporadas. Em 2013, o clube perdeu para o Coritiba por 3 a 0, em jogo válido pela Copa do Brasil. O dado histórico foi levantado em primeira mão pelo repórter Afonso Carlos, da Rádio CBN de João Pessoa, e apurado pela equipe do ge Paraíba.

Para Juninho Paraíba, um dos principais jogadores do Sousa, um dos fatores que explica a queda de rendimento da equipe é a maratona de jogos. Desde o dia 3 deste mês, quando iniciou os jogos do calendário de abril, a equipe tem uma média de uma partida a cada 3,5 dias. Ao todo, foram seis confrontos jogados.

— Estamos em uma maratona de jogos muito pesada. Talvez, isso seja um motivo de não estarmos conseguindo atingir os nossos objetivos — disse Juninho.

Na Série D, o Sousa fez dois jogos e perdeu ambos: 2 a 1 para o América-RN, na Arena das Dunas, em Natal, e 3 a 0 para o Retrô, no Marizão, em Sousa. Com isso, o time do Sertão Paraibano é o último colocado do Grupo 3. Dino e Globo FC são os únicos que ainda não pontuaram na chave. Para Juninho Paraíba, a equipe tem condições de reverter a situação e buscar a tão sonhada classificação para a Série C do Campeonato Brasileiro.

— Dois jogos difíceis, onde não conseguimos encaixar. Se Deus quiser, faremos bons jogos. Temos time para reverter os resultados e conseguir a classificação e o acesso para a Série C — afirmou.

Já no Campeonato Paraibano, a missão é outra. O Sousa precisa reverter o resultado negativo do jogo de ida da semifinal, quando foi superado pelo Campinense pelo placar de 1 a 0. Um empate é suficiente para eliminar o Dinossauro da competição. Juninho entende a dificuldade do jogo, mas confia em uma boa apresentação da equipe.

— Sabemos que será um jogo difícil diante da equipe do Campinense. Vamos para o confronto com inteligência. Fazer um bom jogo e, se Deus quiser, sair com o resultado positivo — comentou.

Quanto ao entrosamento do elenco com o treinador Tardelly Abrantes, Juninho foi direto: time comprometido. O técnico do Sousa foi bastante pressionado pela torcida após o revés sofrido no domingo.

— Todo mundo firme! O time segue unido e disposto com o professor Tardelly e com o Sousa — falou.

Por fim, Juninho Paraíba avaliou a temporada que tem feito com a camisa do Verdão.

— Uma temporada boa. Muito esforço, dedicação, trabalho e entrega nos jogos — finalizou.

Informações com Globo Esporte PB

Continue lendo...
Espere! Abaixo temos mais Notícias para você...
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Esporte

TOPO
%d blogueiros gostam disto: