Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Município de Paulista é do Médio Piranhas-PB quem tem mais dinheiro sem gastar em recursos da Covid

Política

Município de Paulista é do Médio Piranhas-PB quem tem mais dinheiro sem gastar em recursos da Covid

Relatório do TCE-PB

Levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), até o final do mês de dezembro de 2021, mostra que o Estado e os municípios da Paraíba receberam R$ 2,83 bilhões transferidos pelo Governo Federal para o combate à Covid-19.

Até o fechamento do relatório, os mesmos informaram gastos da ordem de R$ 1,82 bilhão como sendo específicos para o enfrentamento da pandemia.

Do volume repassado pelo Governo Federal ao Estado e Municípios, a auditoria verificou que R$ 1 bilhão não foi gasto em aplicações identificadas como sendo em despesas direto com enfrentamento contra Covid, conforme relatório.

Considerando o período de janeiro a dezembro de 2021, os municípios paraibanos receberam R$ 976,2 milhões a mais de transferências constitucionais e legais do que em relação ao mesmo período de 2020, ou seja, um crescimento de 21,19%.

Dados compilados pela imprensa mostram a situação dos municípios do Médio Piranhas. Apenas Pombal e São Domingos, na região de Pombal, investiram mais do que receberam nas ações contra a doença.

Pombal recebeu R$ 11.391.932 e gastou R$ 11.421.965, resultando em R$ 30.032 que ainda precisaram ser pagos com recursos próprios do município.

Já São Domingos recebeu R$ 997.806 e gastou R$ 1.089.005 (diferença de R$ 91.200).

Ainda na região, Paulista é a prefeitura que mais guardou recursos que deveriam ser aplicados na compra de produtos, medicamentos, assistência social aos mais carentes, e outras ações.

Dos R$ 4.137.677 repassados pelo governo federal, “apenas” R$ 1.136.908 foram gastos pela gestão do prefeito Valmar Arruda (imagem), resultando numa sobra de R$ 3.000.769.

Lagoa “segurou” R$ 646.258; São Bentinho, R$ 226.352 e Cajazeirinhas encerrou o ano 2021 com R$ 100.465 não gastos.

VEJA TABELA COM TODOS OS MUNICÍPIOS DO MÉDIO PIRANHAS:

Despesas com Pessoal:

Um item que chamou a atenção da auditoria foi com relação  Despesas com Pessoal.  De acordo com relatório, contratação por tempo determinado, até o final de dezembro, foi o elemento de despesa com maior volume de recursos empenhados em 2021 na função saúde para o combate à Covid-19, R$ 113,74 milhões, representando 38,24% do total.

Informações com Naldo Silva

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: