Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Vereador de São Domingos-PB cobra DNIT por melhorias na BR-230 onde teve acidente fatal

Vereador de São Domingos-PB cobra DNIT por melhorias na BR-230 onde teve acidente fatal

Sertão da Paraíba

O vereador José Bezerra de Sousa (Zequinha-foto), do município de São Domingos, usou a tribuna da Câmara, para tecer duras críticas do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) – órgão do governo federal, responsável pela conservação das rodovias – após o acidente que provocou a morte de uma moradora da zona rural daquele município, no dia 27 de outubro, quando ela tentava atravessar a BR 230 e foi atingida por uma caminhonete que vinha no outro sentido.

No local, segundo José Bezerra, há um grande número de residências, mas não há nenhuma sinalização para redução de velocidade, e que outros acidentes já foram registrados no mesmo trecho, entre os KM’s 437/438.

Ele recordou que em março deste ano, o também vereador Claudemir Araújo (PL) encaminhou Requerimento ao DNIT (veja abaixo) cobrando que fosse feito um estudo para ser analisada a possibilidade de implantação de uma lombada eletrônica, justificando que no local “há muita travessia de pedestres e entrada e saída de veículos, sendo o setor perigoso onde já houve vários acidentes, inclusive com vítima fatal”.

Em resposta ao pleito do parlamentar, o Superintendente Regional do órgão, Marcus Vinícius Melo Neto, disse que “os equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade são instalados em locais definidos após a elaboração de estudos técnicos criteriosos, onde apontam maior criticidade”.

Justificou ainda a impossibilidade de atendimento à reivindicação, afirmando que o DNIT não dispõe mais dos equipamentos para instalação.

José Bezerra classificou os argumentos como “aberração” e que sequer os estudos foram feitos, conforme pedido.

“Essa é uma justificativa elaborada em gabinete”, criticou o vereador, acrescentando que podem ser feitas outras ações no local, citando como exemplos placas indicativas, faixas de pedestres e sinalizadores horizontais.

“Não tem cabimento uma comunidade com cerca de 800 pessoas continuar nessa situação, e por isso peço ao Senhor Marcus Vinícius que elabore o estudo necessário para evitar que outros acidentes aconteçam na localidade”, cobrou Bezerra.

Informações com Naldo Silva

Continue lendo...
Espere! Abaixo temos mais Notícias para você...
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais Notícias em

TOPO
%d blogueiros gostam disto: