Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

João Azevedo reuniu no mesmo evento, Efraim Filho e Aguinaldo Ribeiro, que disputam para concorrer ao senado

Política

João Azevedo reuniu no mesmo evento, Efraim Filho e Aguinaldo Ribeiro, que disputam para concorrer ao senado

Ladeado de deputados, João Azevêdo (Cidadania) cumpriu nesta sexta-feira (20/8) agenda extensa no Sertão. Ele também esteve com três pretendentes ao cargo de senador no mesmo “palanque”, em Princesa Isabel.

Ficaram ladeados, o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB); e os deputados federais Aguinaldo Ribeiro (PP) e Efraim Filho.

“Que bom que nós podemos construir essa unidade que a Paraíba nunca tenha visto na sua história. São pessoas e lideranças que estão buscando o melhor para essa terra. Todos eles nos ajudam, seja dando sustentação política na Assembleia, com o presidente Adriano Galdino, seja em Brasília, com os deputados Aguinaldo Ribeiro, Efraim Filho e Hugo Motta, além de outros”, disse em entrevista.

SOBRE ELEIÇÕES, ELES FALARAM – O deputado federal Efraim Filho (DEM) disse aceitar “qualquer critério” para escolha do nome que vai compor a chapa com o governador.

“Aceito todo e qualquer critério. Se for afinidade, aceito. Se for número de prefeitos, estou dentro. Só não aceito imposição de candidatura. Vamos disputar na pesquisa, vamos descobrir quem agrega mais”, disse.

Também cotado para disputar uma vaga no Senado, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) criticou o que considera uma “precipitação eleitoral”. Em visita ao Sertão nesta sexta-feira (20), ao lado do governador João Azevêdo (Cidadania), o parlamentar afirmou que esse momento é de trabalhar.

“Entendemos que esse é o momento de trabalhar e esse tem sido o meu foco: foco de trabalho e realizações”, pontuou. Em entrevista, Aguinaldo ressaltou que a política é consequência do trabalho.

“Respeito quem faz o que queira fazer, mas acho que em um momento de pandemia, de crise fiscal, de recursos parcos, acho que é o momento em que devemos estar dedicados ao trabalho e e isso que a gente faz: a gente trabalha pra fazer”, afirmou.

Ele considerou um “desrespeito” com a população tratar sobre eleições em um momento de pandemia. “Momento em que a gente tem tanta coisa pra vencer. Pessoas com dificuldade de emprego, de receber recursos para fazer feira, passando necessidade. No meu entendimento, esse deve ser o foco”, frisou.

Informações com Mais PB

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: