Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Após ação do Ministério Público, vaquejada foi cancelada no interior da PB

Policial

Após ação do Ministério Público, vaquejada foi cancelada no interior da PB

A Promotoria de Justiça de Sumé recomendou que não fosse realizada a vaquejada do Parque Haras Vila Cowtry, que ocorreria entre esta quarta e o próximo domingo (19 a 23/05). A organização do evento emitiu comunicado nas redes sociais informando o cancelamento da vaquejada. A recomendação foi expedida pelo promotor de Justiça Bruno Leonardo Lins em razão de o município de Sumé estar classificado, atualmente, na bandeira laranja, o que implica na suspensão da realização de qualquer ato que gere aglomeração.

Também foi recomendado que o prefeito de Sumé e a vigilância sanitária municipal adotem imediatamente todas as medidas cabíveis para impedir qualquer evento que gere aglomeração de pessoas e risco de disseminação do coronavírus, ou exponham a risco a saúde e integridade física dos cidadãos, por ser matéria de saúde pública.

Na recomendação, o promotor destaca que, na vaquejada realizada no Parque Haras Vila Cowtry no mês de janeiro, houve a permissão para o evento apenas com competidores em razão de o Município de Sumé estar, à época, classificado como “bandeira amarela”, situação que se agravou com o decorrer das semanas, tendo o município recebido como classificação a bandeira laranja.

Além disso, conforme as recomendações, nos últimos dias ocorreram óbitos em Sumé e foram registrados novos casos, havendo a possibilidade concreta de agravamento da classificação para a bandeira vermelha.

Também é destacado no documento que, de acordo com o Decreto Estadual n. 40.304/2020 só é possível a realização de eventos de massa, como torneios, jogos, campeonatos, festivais culturais e shows, se o município se encontrar em “bandeira” verde.

Informações com Assessoria

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais Notícias em Policial

TOPO
%d blogueiros gostam disto: