Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Gervásio Maia diz que babões querem levar vantagem com João Azevedo

Política

Gervásio Maia diz que babões querem levar vantagem com João Azevedo

A crise no PSB tem mexido com vários políticos da Paraíba, e um dos principais representantes no estado, o deputado federal Gervásio Maia não ficou calado sobre e principalmente, sobre os ataques proferidos por “aliados” a quem qualificou de babões e bajuladores que, muitas vezes, criam fatos para levar vantagem junto ao governador. Para o socialista, quem estiver insatisfeito que deixe a legenda. “Eu conheço muito bem como funciona essa roda de babões de quem está no governo e no poder”, disparou o parlamentar em recente entrevista.

No bate papo ele falou bem do seu aliado, o ex-governador Ricardo Coutinho; “Ricardo foi um grande prefeito e da nossa geração foi o melhor, assim como o melhor governador. Alguém pode perguntar pelo meu avô João Agripino, mas na época dele, ele também foi o melhor e que revolucionou a Paraíba, mas das últimas décadas foi Ricardo”; destacou.

O deputado disse ainda que o nome do ex-governador Ricardo Coutinho seria o melhor nome para “cuidar do projeto do PSB”.

Gervásio aproveitou a chance para relembrar a trajetória exitosa de Ricardo, quando eleito para prefeito e depois disso como governador: “Ele nunca tinha concorrido ao cargo, ganhou de primeira”. O parlamentar disse ainda que o nome de Ricardo é o melhor para assumir a presidência, pois conhece bem o projeto do PSB: “Ricardo foi o principal construtor da história do PSB. Eu não teria condições de deixá-lo de fora. Foi à escolha mais acertada. A executiva agiu com muita serenidade. Fez as escolhas discutindo muito e a decisão se deu por unanimidade”, argumentou.  João Azevedo o atual gestor estadual e o senador Veneziano Vital além do presidente destituído, Edvaldo Rosas, já avisaram: não gostaram com a intervenção.

ADRIANO GALDINO – O último capítulo envolveu Gervásio e o atual presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, esse que acabou sendo sucessor de Maia no cargo. Para AG, Gervásio atuou diretamente para derrubar Edvaldo Rosas da presidência estadual do PSB, causando uma crise sem precedentes no partido.

“Foi fundamental para o distanciamento entre João (Azevedo) e Ricardo (Coutinho)”, pontuou o presidente da Assembleia, Adriano Galdino.

Galdino concedeu entrevista à Rádio Cultura de Guarabira, ocasião em que reafirmou a intenção de deixar o PSB, “por não haver mais clima de convivência no partido”.

Em nota, o deputado federal Gervásio Maia disse não ter sido ele o responsável pela intervenção no Partido Socialista Brasileiro. No escrito encaminhado a imprensa, o deputado afirmou que “não posso ser responsável por nenhuma crise de quem quer que seja, pois isso não faz parte da minha história”.

Marcone Ferreira

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: