Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Edvaldo diz que reduziu débito da Prefeitura de Catolé com a CAGEPA e culpa Leomar milhões em atraso

Política

Edvaldo diz que reduziu débito da Prefeitura de Catolé com a CAGEPA e culpa Leomar milhões em atraso

O ex-prefeito de Catolé do Rocha, Edvaldo Caetano (PL) divulgou uma nota sobre o débito da Prefeitura Municipal com a CAGEPA (Companhia de Água e Esgoto da Paraíba). A estatal cobra na justiça mais de R$ 1 milhão e 600 mil reais de débitos e apresentou no processo, dez anos de cobrança, 2008 à 2018.

O ex-mandatário que esteve à frente do município entre 2009 e 2012 disse em seu texto que o mesmo durante a sua gestão diminuiu e renegociou o débito, e que após deixar a sua administração os valores cresceram vultuosamente, chegando ao montante atual. A nota foi divulgada em perfis de rede social do ex-prefeito, e até agora a atual administração que tem à frente o antecessor e sucessor dele, que é Leomar Maia (PTB) ainda não comentou nada sobre o assunto, nem da cobrança da CAGEPA, nem da postagem e Edvaldo.

O processo está com audiência à ser marcada para as próximas semanas, entre Cagepa e PMCR.

Relembre a cobrança da Cagepa contra o Município aqui no link

http://clintonmedeiros.com/2019/09/11/cagepa-esta-cobrando-na-justica-debito-de-mais-de-1-milhao-e-meio-de-reais-da-prefeitura-de-catole-do-rocha/

LEIAM A NOTA ABAIXO:

Ex prefeito,  gestão 2009/2012 do município de Catolé do Rocha,  EDVALDO CAETANO DA SILVA, acompanhando notas e comentários veiculados na imprensa a respeito de processos que move a CAGEPA/PARAIBA, contra a PREFEITURA MUNICIPAL DE CATOLÉ DO ROCHA, ventilando uma cobrança do período 2008/2018, tendo alguns comentários  atribuído  que os restos a pagar era uma existência deixados quando fui gestor no período 2009/2012, venho de público esclarecer o seguinte;

Em 2009, quando assumi, o debito com a CAGEPA, vindo de 2008, era da ordem de R$ 1.595,724,54 (HUM MILHÃO, QUINHENTOS E NOVENTA E CINCO MIL, SETECENTOS E VINTE QUATRO REAIS E CINQUENTA E QUATRO CENTAVOS). Notificado na época realizamos um PARCELAMENTO e reduzimos o debito nos seguintes valores, em 2009 para R$ 921.907,69 em 2010 para R$ 810.530,96 em 2011 para R$ 693.727,92 e em 2012 para R$ 574.948,58. Já no período de 2013 a 2017, as informações contidas nos balanços nas páginas de transparências mostram que os débitos sobre a responsabilidade de outra gestão foram elevados e são os seguintes; 2013, R$ 683.470,66 em 2014 R$ 899.220,57 em 2015 R$ 2.069.206,10 em 2016 R$ 2.342.646,42 e em 2017 R$ 2.937.580,60.

Portanto feito os referidos esclarecimentos, levo ao conhecimento de todos que na minha passagem como GESTOR, no período 2009/2012, minha colaboração foi no sentido de reduzir o citado debito, está é a verdade.

Edvaldo Caetano da Silva

Ex Prefeito

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: