Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Discurso do prefeito de Pombal causa constrangimento a servidores

Política

Discurso do prefeito de Pombal causa constrangimento a servidores

O discurso feito pelo prefeito Verissinho Lacerda (MDB) durante evento promovido pela Secretaria municipal de Educação (Jornada Pedagógica), como parte do início do ano letivo de 2019, causou mal-estar entre a equipe de auxiliares do governo pelas críticas feitas por ele ao setor.

O Blog do Naldo Silva conversou com cinco professores que estavam no evento e todos confirmaram a informação.

De acordo com eles, Verissinho se declarou preocupado com a diminuição de matrículas na rede municipal, citando que cerca de 500 alunos pediram transferências nos últimos dois anos, destacando que isso tem provocado, também, redução de receitas para o município.

Ele ainda atacou gastos considerados exagerados com energia, enfatizando uma unidade que teria consumo médio de R$ 4 mil por mês.

“Foi muito constrangedor para todos. Ele [Verissinho] poderia ter feito uma reunião só com gestores para falar sobre o problema e não expor publicamente num evento que não discutia o tema”, disse uma professora, que pediu para não ter o nome revelado.

Sem citar nomes, o prefeito ainda denunciou que um servidor da educação estava há mais de um mês sem ir ao trabalho, cobrando dos professores e gestores que as denúncias chegassem até ele.

O vereador Beto Xau (MDB) revelou que o funcionário destacado por Verissinho era o vereador Marcos de Coatiba (PT), que é guarda municipal em uma escola na sua comunidade rural.

Procurado pelo Blog, o parlamentar negou a ausência ao trabalho, dizendo que na escola não há direção, nem livro de ponto, e que teve o salário descontado por ser adversário político do gestor, “baseado apenas em fuxicos”.

Ele disse que protocolou requerimento administrativo para anular o desconto feito.

 

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: