Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Pombal e Catolé lideram números do Bolsa Família no Médio Piranhas

Política

Pombal e Catolé lideram números do Bolsa Família no Médio Piranhas

O governo federal iniciou o pagamento de janeiro do programa Bolsa Família e mais de 380 mil beneficiários deixaram de receber os valores pagos em todo Brasil. Dados obtidos pelo Blog do Naldo Silva junto ao Ministério da Cidadania mostram que a redução atingiu também pessoas da região de Pombal, onde 190 famílias perderam o abono neste primeiro mês de 2019.

CONFIRA OS TOTAIS NA REGIÃO DO MÉDIO PIRANHAS, EM JANEIRO DE 2019:

POMBAL             4.398     benefícios   888.546,00  valores pagos

CATOLÉ DO ROCHA         4.166 benefícios 670.954,00 valores pagos

SÃO BENTO        3.610     benefícios    564.893,00   valores pagos

BREJO DO CRUZ               2.198 benefícios 404.496,00 valores pagos

PAULISTA           1.797 benefícios   337.770,00 valores pagos

RIACHO DOS CAVALOS  1.567 benefícios 303.360,00 valores pagos

BELÉM DO BREJO DO CRUZ         1.293 benefícios 275.685,00 valores pago

JERICO  1.254 benefícios 213.280,00 valores pagos

BREJO DOS SANTOS       1.063     benefícios 261.221,00    valores pagos

BOM SUCESSO 859 benefícios  175.156,00 valores pago

LAGOA 827 benefícios 200.252,00 valores pagos

CAJAZEIRINHAS 795 benefícios 204.955,00 valores pagos

SÃO BENTINHO 592 benefícios 147.250,00 valores pagos

MATO GROSSO 413 benefícios 93.056,00 valores pagos

SÃO DOMINGOS   403  benefícios   65.021,00  valores pagos

SÃO JOSÉ DO BREJO DO CRUZ    268  benefícios 71.384,00  valores pagos

DETALHES: Em Pombal, o total de atendidos pelo programa vem caindo desde janeiro de 2018, quando 4.742 pessoas estavam inscritas.

Em dezembro de 2018, havia 4.512 benefícios sendo pagos, com repasse de R$ 910.685,00. Esse número agora é de 4.398, com R$ 888.546,00 de recursos.

Nas demais cidades, também houve queda nos repasses e no total de contemplados.

Em Paulista, 1.811 famílias receberam R$ 338.189,00 em dezembro do ano passado e em janeiro caiu para 1.797, com R$ 337.770,00 repassados.

Para Lagoa, 839 pessoas estavam inscritas no último mês de 2018, com R$ 201.515,00 destinados. Agora, são 827 benefícios que estão sendo pagos, com R$ 200.252,00 enviados.

No município de Cajazeirinhas, em dezembro foram 817 famílias atendidas (R$ 208.162,00), contra 795 em janeiro (R$ 204.955,00).

São Bentinho tinha 612 recebedores no final de 2018 (R$ 151.967,00), mas 20 tiveram o benefício cortado em janeiro, ficando com 592 (R$ 147.250,00).

Já em São Domingos, havia 411 famílias inscritas, com repasse mensal de R$ 67.557,00, mas começou 2019 com 403, ou R$ 65.021,00.

Ao portal UOL, o Ministério da Cidadania informou que a folha de pagamentos do programa apresenta “oscilações mensais de seu quantitativo em virtude dos processos de ingresso de famílias no programa, cancelamentos e manutenções dos benefícios.”

“As manutenções sobre benefícios e, por conseguinte, os cancelamentos estão relacionados aos procedimentos de Averiguação e Revisão Cadastrais, Fiscalização, desligamentos voluntários, descumprimento de condicionalidades ou superação das condições necessárias para a permanência no Bolsa Família”, informou a pasta.

PROGRAMA:

Criado em 2004, no governo do ex-presidente Lula, o programa federal atende a famílias de baixa renda, especialmente do Nordeste – onde estão metade dos beneficiários do Bolsa Família.

O valor pago a cada família depende de condicionantes como renda per capita e número de filhos, por exemplo. Para garantir a continuidade no programa, as famílias são obrigadas a manterem a frequência escolar e a vacinação em dia dos filhos.

 

Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: