Nossas Redes Sociais

Clinton Medeiros

Clinton Medeiros

Polícia vai investigar se Prefeitura de Lagoa ficou com dinheiro do Sindicato de Servidores

Política

Polícia vai investigar se Prefeitura de Lagoa ficou com dinheiro do Sindicato de Servidores

Uma denúncia formulada no início deste ano pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Lagoa (SINDSEL) no Ministério Público em Pombal terá novos desdobramentos após a gestão não se manifestar sobre o caso, apesar de ter sido notificada, e o Promotor de Justiça Leidimar Bezerra determinar que a polícia civil apure o suposto crime.

Trata-se da acusação de apropriação indevida por parte da prefeitura local da contribuição sindical descontada nos salários dos sindicalizados, mas que não estaria sendo repassada para a conta da entidade representativa.

No relato feito pela presidente do SINDSEL, ao Blog do Naldo Silva teve acesso, é denunciado que a gestão já reteve mais de R$ 12 mil nos últimos cinco anos, sendo que o maior volume foi em 2017, onde R$ 6.450 não teriam sido destinados, sob a gestão do então prefeito Toinho Alípio, que renunciou ao cargo, assumindo seu vice, Gilberto Toletino, que chegou a repassar o valor descontado este ano, mas o restante não foi depositado.

“O representante da atual Gestão do Município de Lagoa foi notificado para, querendo, prestar esclarecimentos sobre os fatos narrados pela noticiante, todavia, permaneceu inerte após o decurso do prazo ofertado e que, pelo menos em tese, as condutas noticiadas na representação do SINDSEL constituem figuras típicas reprováveis criminalmente pelo ordenamento jurídico pátrio”, diz o Promotor em seu despacho.

Leidimar concedeu prazo de 15 dias para o delegado instaure inquérito policial, caso já não o tenha feito, para apurar autoria e materialidade dos fatos delituosos noticiados pelo sindicato.

Blog do Naldo

 

Continue lendo...
Espere! Abaixo temos mais Notícias para você...
Clique para comentar

Deixe seu comentário

Mais Notícias em Política

TOPO
%d blogueiros gostam disto: